Feriados ligam alerta em cidades turísticas da região de Rio Preto

PANDEMIA

Feriados ligam alerta em cidades turísticas da região de Rio Preto

Olímpia, Santa Fé do Sul, entre outras, fazem barreiras sanitárias


Em Olímpia, Guarda Municipal fez pontos de bloqueios e fará questionamentos a motoristas de carros com placas de outros municípios
Em Olímpia, Guarda Municipal fez pontos de bloqueios e fará questionamentos a motoristas de carros com placas de outros municípios - Divulgação/Prefeitura de Olímpia

Preocupados com o aumento da movimentação de pessoas com os feriados na Capital paulista e o possível feriado em todo o Estado na próxima segunda-feira, 25, cidades turísticas do Noroeste paulista voltaram a montar barreiras sanitárias nas entradas para restringir a entrada de turistas. A ideia é evitar que possíveis pessoas contaminadas entrem nas cidades e contaminem os moradores.

Nesta quarta-feira, 20, Olímpia e Santa Fé do Sul voltaram a ter blitze nas entradas das cidades para evitar a entrada dos viajantes. Ambas já haviam montado barreiras no feriado de Tiradentes, em 21 de abril. Nas barreiras, guardas municipais e funcionários da saúde aplicam um questionamento para todos os motoristas que chegam e eles têm a temperatura aferida. Caso apresentem algum sintoma suspeito, como quadro febril, o motorista é levado para o pronto-socorro das cidade para realizar o teste de Covid-19.

Em Olímpia, todos os parques aquáticos e pousadas estão fechadas, mas ainda há procura pela cidade. "Todos os veículos com placas de outros municípios serão abordados e deverão responder um questionário com perguntas como: qual o motivo da vinda; se apresentam algum sintoma de gripe; ou ainda onde ficarão hospedados, já que os meios de hospedagens estão fechados para fins turísticos, entre outras perguntas. Além disso, receberão orientações sobre os decretos municipais em vigência na cidade e informações sobre as ações de prevenção da Covid-19", disse o comandante da GCM de Olímpia, Edson Rodrigues de Oliveira.

Em Santa Fé do Sul, além das restrições de acesso à cidade, que tem 21 casos confirmados de coronavírus, funcionários da Secretaria da Saúde também realizarão uma campanha de conscientização no Terminal Rodoviário, orientando todos os passageiros no desembarque.

Segundo a secretária Municipal de Saúde, Rosana Vassoler, desde o início da pandemia têm sido tomadas medidas e realizadas ações de controle, fiscalização e de conscientização. "As barreiras sanitárias acontecerão até o próximo sábado e é mais uma iniciativa que busca a preservação da saúde dos nossos santa-fé-sulenses", disse o prefeito, Ademir Maschio.

Nesta quarta-feira, 20, após a confirmação da primeira morte por coronavírus, Cajobi também adotou barreiras sanitárias. "Estamos fazendo barreiras nas entradas da cidade e reforçamos o pedido para os moradores usarem máscaras", disse a secretária da saúde, Elaine Cristina Cruz de Oliveira.

Outras cidades turísticas da região optaram por não fazer barreiras e dizem contar com a conscientização da população para evitar viagens durante o período de isolamento social. Caso de Pereira Barreto e Sales.

Em todo o Noroeste paulista, Guapiaçu, Jaci, Cardoso, Guaraci, Mesópolis e Cardoso já fizeram barreiras sanitárias durante a quarentena. Em Mesópolis, cidade com menos de 2 mil habitantes e que ainda não confirmou nenhum caso de coronavírus, a prefeitura desmontou o bloqueio na semana passada.

Feriados

O feriadão prolongado na Capital paulista teve início nesta quarta, 20, que antecipou o feriado de Corpus Christi (inicialmente em 11 de junho). Na quinta, o feriado de Consciência Negra (20 de novembro) foi adiantado. E na sexta foi decretado ponto facultativo. Na região, os prefeitos decidiram não antecipar os feriados municipais.

Nesta quinta-feira, 21, a Assembleia Legislativa de São Paulo deve votar a antecipação do feriado de 9 de julho (Dia da Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira, 25. Se aprovada, a medida vai valer em todo o estado de São Paulo.

As barreiras instaladas para dificultar a entrada de turistas devido ao coronavírus causaram congestionamentos em rodovias de acesso ao litoral de São Paulo, na manhã desta quarta-feira, 20, primeiro dia do feriadão antecipado na Capital. Na chegada a Santos, havia quatro quilômetros de trânsito parado na Via Anchieta, como reflexo do bloqueio instalado no acesso à cidade. A fila de carros ia do km 61 ao km 65. Os agentes abordavam os veículos com placas de outras cidades para preencher um formulário.

No acesso a Caraguatatuba também houve acúmulo de veículos devido à barreira instalada em área municipal, na confluência das rodovias Rio-Santos e Tamoios. A fila de carros que se dirigiam à cidade congestionava um trecho da Rio-Santos. Motoristas relataram congestionamentos também no acesso ao bairro Riviera de São Lourenço, em Bertioga.

Em dois acessos de Ubatuba, no litoral norte, os motoristas com placas de fora também eram abordados. No litoral sul, além de Santos, tinham sido instaladas barreiras em acessos de Praia Grande, Itanhaém e Peruíbe. Houve relatos de retenção de trânsito na rodovia Padre Manoel da Nóbrega.

O secretário de Logística e Transportes do Estado, João Octaviano Machado, disse que os congestionamentos no litoral eram pontuais e não indicavam aumento no fluxo de turistas. "Em cidades da Baixada Santista e do litoral norte não há feriado e o trânsito é o mesmo de um dia normal, com as atividades reduzidas", disse.

(Agência Estado)

 

RIO PRETO

  • 486 casos confirmados
  • 17 mortes
  • 87 internados (incluindo casos positivos e suspeitos)
  • 153 recuperados

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

REGIÃO

  • 1.280 casos confirmados
  • 54 mortes
  • 624 recuperados

Fonte: Secretarias de Saúde dos municípios

ESTADO

  • 69.859 casos confirmados
  • 5.363 mortes
  • recuperados: não divulgado

Fonte: governo do Estado

BRASIL

  • 291.579 casos confirmados
  • 18.859 mortes
  • 116.683 recuperados

Fonte: Ministério da Saúde

MUNDO

  • 4.952.882 casos confirmados
  • 325.712 mortes
  • 1.723.379 recuperados

Casos confirmados e mortes

  • Estados Unidos: 1.572.252 e 93.111
  • Rússia: 308.705 e 2.972
  • Brasil: 291.579 e 18.859
  • Espanha: 278.803 e 27.888
  • Reino Unido: 248.818 e 35.704
  • Itália: 227.364 e 32.330
  • Alemanha: 178.395 e 8.233
  • Turquia: 152.587 e 4.222
  • França: 143.845 e 28.132
  • Irã: 126.949 e 7.183