RIO PRETO

Delegados recorrem contra decisão judicial


A Polícia Civil entrou com recurso para retomar o inquérito policial aberto contra um tenente da PM que deixou de entregar a arma usada em troca de tiros que resultou na morte de um fugitivo do Centro Progressão de Penitenciária (CPP) de Rio Preto, em 17 de março deste ano.

"Somos nós, delegados de polícia de carreira, que temos a missão de apurar abusos cometidos por policiais militares contra civis, "diz o delegado seccional de Rio Preto, Silas José dos Santos.

A liminar foi concedida pela juíza Gláucia Véspoli dos Santos Ramos de Oliveira, da 5ª Vara Criminal de Rio Preto a pedido da Associação dos Oficiais Militares do Estado de São Paulo (Defenda PM).