PANDEMIA

Região de Rio Preto registra três óbitos por coronavírus

Rio Preto e Nova Granada tiveram mortes confirmadas pela Covid


Coronavírus
Coronavírus - Freepik/Banco de imagens

A região chegou a 51 mortes por coronavírus nesta terça-feira, 19. Os três novos óbitos por Covid-19 aconteceram em Rio Preto e Nova Granada. Em todo o Noroeste paulista, já são 1,2 mil casos da doença.

A 17ª morte confirmada pela Secretaria de Saúde de Rio Preto é de um morador de rua de 31 anos que faleceu no último sábado, 16, na Santa Casa. Segundo a reportagem apurou, ele apresentou os primeiros sintomas em 6 de maio e no sábado foi encontrado caído em uma rua. Alguém chamou o Samu, que o levou até o hospital, aonde o homem já chegou com insuficiência respiratória muito grave. Ele chegou a ser entubado, mas não resistiu.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o homem tinha fatores de risco. A reportagem apurou que ele vivia em um local de uso de entorpecentes e era acompanhado por um Centro de Referência em Assistência Social (Cras). A família do homem não foi localizada e ele foi sepultado em Ipiguá.

A 16ª morte, também confirmada nesta terça-feira, 19. Trata-se de uma mulher de 85 anos, que apresentava comorbidades, ou seja, doenças anteriores que podem ter agravado seu quadro de saúde. Ela teve os primeiros sintomas de Covid-19 no dia 27 de abril, foi internada e morreu no dia 17 de maio.

"Minha mãe já vem desde o começo do ano com problemas de saúde, Parkinson, não andava, não conversava, era acamada, fazia muito tempo que tinha histórico de internação. Nessa última, foi pneumonia, falta de ar e deu resultado de Covid-19", conta o filho, Celso, aposentado de 52 anos, que preferiu não informar o sobrenome. Ele não faz ideia de como Stela possa ter contraído o vírus. "Só eu e minha irmã cuidávamos dela. Ela tinha acompanhamento home care, era um entra e sai de enfermeiro, fonoaudiólogo, fisioterapeuta".

Foram 21 dias de internação na UTI da Beneficência Portuguesa, um momento difícil para a família, que não pôde visitar a idosa. "A gente não pôde ver, só falava com os médicos. A gente não teve sintoma nenhum, já não está mais em isolamento porque ela ficou internada e nós não tivemos contato", disse o filho.

Na tarde desta terça-feira, 19, a prefeitura de Nova Granada confirmou a primeira morte por coronavírus na cidade. A vítima é um idoso de 74 anos, com doença cardiovascular e pneumopatia, que morreu no Hospital de Base nesta segunda-feira, 18. Ele foi velado e sepultado em Campinas. Em Nova Granada, já são sete casos confirmados da doença, incluindo a morte.

Na entrevista coletiva da manhã desta terça-feira, 19, também foram confirmados quatro novos casos positivos de coronavírus em Rio Preto. Com isso, chegou à marca de 459 pessoas infectadas pela doença na cidade desde o início da pandemia.

Do total de casos confirmados, 138 pacientes estão curados. Em toda a região, segundo levantamento do Diário, são 592 pacientes recuperados da doença. Em Rio Preto, 110 profissionais da saúde já foram contaminados e outras 78 pessoas apresentaram síndrome respiratória aguda grave (SRAG), ou seja, precisaram de internação. Até esta terça-feira, 19, Rio Preto tinha 80 pacientes internados, sendo 52 em enfermaria e 28 em UTI. A taxa de letalidade na cidade está em 3,49%, menor que os índices estadual (6,61%) e nacional (7,67%).

Rio Preto recebeu nesta semana oito mil testes rápidos de coronavírus. A maior parte, 6,5 mil, vieram do governo estadual. O restante, 1,5 mil, foi doado pelo shopping Iguatemi. Os testes detectam anticorpos nos pacientes e devem ser feitos após pelo menos uma semana do início dos sintomas.

Mais uma cidade

Nesta terça-feira, 19, Magda, que não tinha nenhum caso positivo para coronavírus, confirmou quatro casos. A cidade entrou para lista de municípios regionais com ocorrências da doença. São 63 cidades com casos confirmados, sendo que 18 delas tiveram óbitos.

(Colaborou Ingrid Bicker)

O Brasil registrou 1.179 mortes por Covid em 24 horas, recorde desde o início da pandemia no País. Agora são 17.971 óbitos, segundo o Ministério da Saúde. Também foram confirmados 17.408 novos casos, levando o País a 271.628 ocorrências.

As cidades do Estado de São Paulo atingiram um total de 5.147 mortes pelo novo coronavírus nesta terça-feira, 19. Foram 324 óbitos confirmados em 24 horas, o que representa o recorde de mortes confirmadas em um só dia no Estado, que até agora era de 224 óbitos, em 28 de abril.

A taxa de ocupação de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) na Região Metropolitana de São Paulo é de 88%. Em todo o Estado, a média é de 71,4% leitos ocupados.

O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, fez um apelo para que, durante o feriado marcado para os próximos dias, a população não saia de casa. "O feriado que nós temos pela frente não é de lazer, é um feriado em casa", disse.

(Com Agência Estado)

 

RIO PRETO

  • 459 casos confirmados
  • 17 mortes
  • 80 internados (incluindo casos positivos e suspeitos)
  • 138 recuperados

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

REGIÃO

  • 1.202 casos confirmados
  • 51 mortes
  • 592 recuperados

Fonte: Secretarias de Saúde dos municípios

ESTADO

  • 65.995 casos confirmados
  • 5.147 mortes
  • recuperados: não divulgado

Fonte: governo do Estado

BRASIL

  • 271.628 casos confirmados
  • 17.971 mortes
  • 106.794 recuperados

Fonte: Ministério da Saúde

MUNDO

  • 4.867.515 casos confirmados
  • 321.459 mortes
  • 1.664.885 recuperados

Casos confirmados e mortes

  • Estados Unidos: 1.550.632 e 91.582
  • Rússia: 299.941 e 2.837
  • Espanha: 278.188 e 27.778
  • Brasil: 271.628 e 17.971
  • Reino Unido: 248.818 e 35.341
  • Itália: 226.699 e 32.169
  • Alemanha: 177.750 e 8.172
  • Turquia: 151.615 e 4.199
  • França: 143.427 e 28.239
  • Irã: 124.603 e 7.119