CONTRA CORONAVÍRUS

Jaci faz blitz com orientações na entrada da cidade

Todos os que entram em Jaci também estão tendo a temperatura aferida. Quem estiver com febre é encaminhado para o hospital local, para atendimento médico


Quem chega é orientado a usar máscaras
Quem chega é orientado a usar máscaras - Divulgação

A Secretaria de Saúde de Jaci começou nesta semana a realizar um bloqueio na entrada da cidade. Quem chega está recebendo orientação sobre as formas de infecção de coronavírus e sendo lembrado sobre a obrigatoriedade de usar máscara, já que há um decreto municipal que exige o item de proteção - quem não possui recebe uma. Todos os que entram em Jaci também estão tendo a temperatura aferida. Quem estiver com febre é encaminhado para o hospital local, para atendimento médico.

"Conseguimos zerar os suspeitos, não tenho mais ninguém aguardando resultado", afirma o secretário de Saúde da cidade, Frank Huler. "O surto está controlado, graças a Deus."

Jaci contabiliza 77 casos da doença, sendo que 72 pacientes já estão curados, quatro estão em quarentena e um morreu - trata-se do frei Bruno, de 36 anos, que morava na cidade e estava trabalhando em Rio Preto. Ele tinha histórico de obesidade e havia passado por uma cirurgia bariátrica.

O primeiro caso da cidade foi de uma profissional da saúde que trabalha em Rio Preto e vive em Jaci, que transmitiu para outras pessoas de sua família, colaboradoras da Associação e Fraternidade Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus. Todos os outros casos foram na entidade, entre pessoas com deficiência (pacientes do Hospital Santa Catarina), pacientes da Casa de Recuperação, profissionais de saúde e religiosos.