SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 05 DE JULHO DE 2022
Variedades

Paul McCartney volta à estrada sem 'Back in The USSR'

Estadão Conteúdo
Publicado em 30/04/2022 às 19:51Atualizado em 30/04/2022 às 19:59

Ficar sem se aproximar de um palco desde julho de 2019, quando interrompeu as turnês que colava uma à outra com um desespero de viver inspirador, não deve ter sido fácil para Paul McCartney. Paul gravou um álbum sozinho tocando todos os instrumentos em seu estúdio e se envolveu em projetos periféricos, como relançamentos e consultas para o documentário Get Back, de Peter Jackson.

Ele já anunciava seu retorno como um garoto nas redes sociais, pedindo que os fãs o ajudassem a escolher repertório. Claro que seria impossível juntar as milhares de sugestões que seus 3,5 milhões de seguidores enviaram imediatamente pelo Instagram, mas a estratégia valeu como aquecimento. Agora que sua Got Back Tour está na estrada, mais precisamente por Seattle (2 e 3 de maio), Oakland (6 de maio), na sequência Los Angeles e então pelo Texas antes de seguir para o Reino Unido, Paul começa a tirar suas cartas da manga. E, aos 79 anos de idade até 18 de junho, quando vai comemorar os 80 dois dias depois de um show em East Rutherford, em New Jersey, ele ainda as tem.

Mais uma vez, seu show chega centrado no passado, o passado mais pesado da música pop ativa, com pouco a lembrar do novo álbum McCartney III. Das 36 músicas, 22 são dos Beatles, seis da fase Wings e oito de sua carreira solo. Do disco novo, só Women and Wives entrou no primeiro dos shows da turnê, na última quinta, 28, na cidade de Spokane, Washington, deixando o fator surpresa para uma homenagem a John Lennon com I've Got a Feeling. Usando o trecho do filme que mostra os Beatles tocando no alto do prédio no qual funcionava a Apple Corps, em Londres, no dia 30 de janeiro de 1969, Paul fez um "dueto" com John Lennon, mostrado o amigo em três telões gigantes já comuns em suas apresentações. Homenagens aos Beatles são constantes em seus shows. Mas assim, simulando uma parceria, ao menos no Brasil, nunca foram feitas.

Ao final, Paul, em um raro momento de posicionamento político, empunhou a bandeira da Ucrânia pelo palco inflando aplausos em apoio ao povo que teve seu país invadido pela Rússia. Aí, voltamos ao repertório e descobrimos algo que pode não se tratar apenas de coincidência. Pela primeira vez em muitas turnês, Back in the URSS não foi contemplada em uma abertura de temporada. Paul costuma mudar cerca de 15% de seu setlist entre os shows, mas mantêm a espinha dorsal. Se Back In The USSR não entrar mais, será o primeiro caso de um auto cancelamento de Paul McCartney.

Back In The USSR saiu no Álbum Branco, de 1968. Sua letra fala de um russo que vive em Miami saudoso por sua terra natal que, enfim, consegue retornar cheio de saudades. Hoje trechos da letra parecem soar indigestos sobretudo a quem se lembrar dos infelizes comentários feitos por um político sobre as mulheres ucranianas, mas lá estão elas e as russas em dois trechos da letra de Paul: "...the ukraine girls really knock me out" e "Moscow girls make me sing and shout" ("as garotas da Ucrânia me deixam louco" e "as garotas de Moscou me fazem cantar e gritar"). À época, e até 1991, o território da Ucrânia era uma das 15 repúblicas da extinta URSS.

Set list de Paul McCartney

1. Can't Buy Me Love (original dos Beatles)

2. Junior's Farm (original dos Wings)

3. Letting Go (original dos Wings)

4. Got to Get You Into My Life (original dos Beatles)

5. Come On to Me

6. Let Me Roll It (original dos Wings)

7. Getting Better (Beatles, primeira vez desde 2003)

8. Women and Wives (tocada ao vivo pela primeira vez)

9. My Valentine

10. Nineteen Hundred and Eighty-Five (original dos Wings)

11. Maybe I'm Amazed

12. I've Just Seen a Face (original dos Beatles)

13. In Spite of All the Danger (original do The Quarrymen)

14. Love Me Do (original dos Beatles)

15. Dance Tonight

16. Blackbird (original dos Beatles)

17. Here Today

18. Queenie Eye

19. Lady Madonna (original dos Beatles)

20. Fuh You

21. Being for the Benefit of Mr. Kite! (original dos Beatles)

22. Something (original dos Beatles)

23. Ob-La-Di, Ob-La-Da (original dos Beatles)

24. You Never Give Me Your Money (original dos Beatles, primeira vez desde 2003)

25. She Came in Through the Bathroom Window (original dos Beatles, primeira vez desde 2008)

26. Get Back (original dos Beatles)

27. Band on the Run (original dos Wings)

28. Let It Be (original dos Beatles)

29. Live and Let Die (original dos Wings)

30. Hey Jude (original dos Beatles)

Bis:

31. I've Got a Feeling (original dos Beatles)

32. Birthday (original dos Beatles)

33. Helter Skelter (original dos Beatles)

34. Golden Slumbers (original dos Beatles)

35. Carry That Weight (original dos Beatles)

36. The End (original dos Beatles)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por