SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEXTA-FEIRA, 19 DE AGOSTO DE 2022
Esportes

Inter reúne forças para combater Colo-Colo e evitar nova frustração em mata-mata

Estadão Conteúdo
Publicado em 05/07/2022 às 08:00Atualizado em 05/07/2022 às 08:09

A derrota por 2 a 0 sofrida pelo Internacional diante do Colo-Colo, no Chile, semana passada, despertou nos torcedores o medo de viver mais uma frustração na disputa de mata-matas, mas não tirou deles a esperança. Apesar de todo o receio provocado pelo fato de o time não ter passado de nenhuma fase eliminatória nesta temporada, a rodada de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana deve ser acompanhada por mais de 40 mil pessoas no Beira-Rio, a partir das 21h30 desta terça-feira.

Na tarde de domingo, os ingressos já haviam sido esgotados pelos esperançosos colorados que acreditam na virada em Porto Alegre. Uma vitória por três gols de diferença é o necessário para avançar direto. Já a opção de classificação com maior emoção, na disputa de pênaltis, virá caso o time da casa termine o tempo regulamentar vencendo por vantagem de dois gols. Qualquer empate ou vitória por um gol coloca a equipe chilena nas quartas de final.

Embora boas expectativas se façam presentes, há motivos para preocupação. Neste ano, o Inter viveu péssimos momentos ao entrar em campo por mata-matas, sem um único desfecho positivo, Além de ter sido eliminado nas semifinais do Campeonato Gaúcho para o Grêmio, com derrotas por 1 a 0 na Arena do rival e por 3 a 0 em casa, amargou uma queda precoce na Copa do Brasil, torneio do qual se despediu ainda na primeira fase, ao perder por 2 a 0 em jogo único contra o Globo, em Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte.

Na verdade, o time de Porto Alegre já não vem sendo feliz em duelos eliminatórios há algum tempo. A última vez que avançou de um mata-mata foi na semifinal do Campeonato Gaúcho de 2021, quando passou pelo Juventude, em maio. Depois, na sequência da temporada, perdeu a final para o Grêmio, caiu para o Vitória na Copa do Brasil e para o Olimpia nas oitavas da Libertadores.

Em todas essas ocasiões, inclusive nas deste ano, o técnico ainda não era Mano Menezes, motivo de otimismo para aqueles que confiam em sua fama de "copeiro". Dono de quatro títulos da Copa do Brasil, o treinador priorizou a Sul-Americana e mandou um time misto a campo no empate por 1 a 1 com o Ceará no final de semana, pelo Brasileirão. Por isso, nesta terça, a equipe deve ter o retorno de seus principais jogadores.

É possível, contudo, que a escalação tenha novidades. Taison, um dos destaques no jogo contra o Ceará, pode aparecer como titular. "O Taison é mais atacante do que a vida inteira foi. Ele poderia terminar o jogo, mas já pensava na terça para não levá-lo ao limite. Assim foi com nosso lateral-esquerdo que, provavelmente, estará em campo na terça", disse Mano após o jogo no sábado, falando também sobre Moisés.

Do outro lado, o Inter vai encontrar um Colo-Colo em boa fase, na liderança do Campeonato Chileno e com uma estratégia bem definida para sair classificado do Beira Rio. "Temos que fazer um jogo inteligente que nos permita manter a vantagem que conquistamos em Santiago. Com o passar dos minutos, haverão mais situações e espaços que poderemos aproveitar. Temos que convencê-los de que a partida está 0 a 0, que é uma nova partida. Devemos empatar ou vencer, manter o zero no nosso objetivo e não parar de pensar no objetivo do rival", comentou o treinador Gustavo Quinteros.

O comandante do Colo-Colo não poderá contar com o meio-campista César Fuentes, um de seus principais jogadores, que sofreu um problema no tendão no jogo de ida e terá de ficar cerca de dois meses afastado. A vaga deve ficar com o atacante Agustín Bouzat, em alteração que deve fazer Leonardo Gil jogar mais recuado. O restante da escalação não deve mudar em relação ao jogo anterior.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por