SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEXTA-FEIRA, 28 DE JANEIRO DE 2022
Esportes

Fluminense tenta se aproximar da Libertadores e Bahia busca não ser rebaixado

Estadão Conteúdo
Publicado em 05/12/2021 às 07:45Atualizado em 05/12/2021 às 07:52

Bahia e Fluminense fazem uma verdadeira decisão, neste domingo, a partir das 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA) pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto o dono da casa quer seguir com chances de se salvar do rebaixamento, o time carioca precisa somar pontos para ficar cada vez mais próximo de uma vaga na Pré-Libertadores de 2022.

Atualmente com 51 pontos ganhos, o Fluminense depende apenas de si para ficar com a vaga na fase preliminar. Tem chances remotas, porém, de conseguir ficar no G-6 para conseguir uma vaga direto na fase de grupos da competição internacional.

Já o Bahia vive uma situação completamente diferente. Depois de ser derrotado, de virada, por 3 a 2, no jogo que deu o título ao Atlético-MG, o time baiano segue lutando contra o rebaixamento. Com 40 pontos, em 17º lugar, é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Caso queira se manter na elite nacional, precisará vencer já que uma derrota, aliado a uma combinação de resultados pode decretar o seu rebaixamento ainda nesta rodada.

O técnico Marcão tem problemas para armar o Fluminense. Além do departamento médico continuar cheio, o zagueiro David Braz está fora por conta de suspensão, após levar o terceiro cartão amarelo.

Por outro lado, o atacante Fred, que corria riscos de ficar de fora por conta de uma confusão contra o Palmeiras, foi julgado na manhã desta sexta-feira pelo STJD e pegou apenas um jogo de suspensão, já cumprido. Com isso, está liberado para atuar.

O meia uruguaio Abel Hernández e o lateral Matheus Ferraz foram liberados após um longo tempo de recuperação de contusão e devem ficar à disposição de Marcão, como opções para o segundo tempo.

O Bahia não teve tempo para lamentar e fez apenas dois treinos entre um desafio e outro. O que se sabe é que o técnico Guto Ferreira tem dois desfalques certos e um retorno.

Os meias Lucas Mugni e Daniel levaram o terceiro cartão amarelo contra o Atlético-MG e agora cumprem suspensão automática. Em contrapartida, o lateral esquerdo Juninho Capixaba está de volta após suspensão. Apesar da situação complicada, o comandante prometeu luta até o fim.

"Hoje, se o campeonato acabasse, o Bahia estaria rebaixado. O Bahia não tem mais nada para perder, tem que jogar para ganhar. É seguir firme e forte. Os fracos se entregam, jogam a toalha, os fortes seguem no barco até o fim, buscando salvar e se salvar", comparou Guto Ferreira.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por