SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUINTA-FEIRA, 18 DE AGOSTO DE 2022
Esportes

Em tom de despedida, Andreas Pereira dá vitória ao Flamengo na Libertadores

Estadão Conteúdo
Publicado em 29/06/2022 às 23:38Atualizado em 29/06/2022 às 23:44

Em jogo que pode ter marcado o fim do ciclo de Andreas Pereira na Gávea, o Flamengo deu um passo importante rumo à sequência da Libertadores ao derrotar o Tolima por 1 a 0 nesta quarta-feira, na Colômbia. A equipe rubro-negra saiu na frente no primeiro jogo das oitavas de final da competição e agora precisa de um empate na partida da volta. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, em partida que define o classificado às quartas de final.

O gol da vitória foi anotado pelo volante Andreas Pereira. Ele está de malas prontas para retornar ao futebol inglês. O seu contrato de empréstimo se encerra nesta quinta-feira e o jogador já está incluído na programação do Manchester United, dono de seus direitos federativos. Volante de habilidade, Andreas ficou marcado no clube pela falha que determinou o gol que deu o título da Libertadores do ano passado ao Palmeiras.

O jogo marcou mais uma atuação ruim da equipe carioca, que sofreu demais em campo e voltou a apresentar problemas na defesa e também inoperância no ataque. Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso é neste sábado, diante do Santos, fora de casa.

Ao contrário do que era esperado, o Flamengo iniciou a partida com Diego como primeiro volante e Thiago Maia e Andreas Pereira atuando mais recuados para facilitar a transição na saída de bola. Apesar de ter um meio-campo mais marcador, o time carioca mostrou desde o início muitas deficiências defensivas. O gol de Caicedo, invalidado corretamente pela arbitragem, que marcou impedimento no lance, já foi um indicativo do que estava por vir.

A válvula de escape do time carioca para chegar ao ataque era a jogada pela direita com Rodinei. O Tolima também dava espaços na defesa, e num belo lance de Andreas Pereira, viu o Flamengo sair em vantagem. O volante acertou um belo chute de meia distância e acertou o ângulo de Dominguez fazendo 1 a 0 aos 16 minutos.

O Flamengo, no entanto, se retraiu e sofreu com as próprios falhas. Os erros na saída de bola e os espaços deixados entre o meio-campo e a defesa chamaram o Tolima para o setor ofensivo. A atuação confusa de Diego e Thiago Maia foi um retrato de um time desorganizado taticamente.

O time colombiano criou oportunidades claras de gol pelo lado direito de ataque. O goleiro Santos precisou trabalhar muito e fez pelo menos quatro grandes defesas. No entanto, até ele cometeu uma falha incrível ao jogar a bola nos pés de Rovira na entrada da área.

O empate só não saiu porque Léo Pereira tirou a bola em cima da linha.

Só no primeiro tempo, os colombianos deram dez chutes a gol contra apenas cinco da equipe brasileira

Acostumado a ter maior posse de bola nos jogos, o Flamengo pouco criou. Gabigol foi peça decorativa no primeiro tempo. Sem conseguir organizar o time, Éverton Ribeiro e Arrascaeta também tiveram atuação discreta nos primeiros 45 minutos.

Para suportar a pressão no segundo tempo, o auxiliar Lucas Silvestre, que substituiu Dorival Júnior (suspenso) tirou Filipe Luís e Diego para as entradas de Lázaro e Ayrton Lucas.

O Tolima seguiu com mais ímpeto no ataque, porém, encontrou um time mais focado na marcação e teve mais dificuldades para ameaçar o gol rubro-negro. A opção por Marinho no lugar de Everton Ribeiro teve o sentido de tentar um contra-ataque para surpreender os colombianos.

O Tolima buscou pressão até o final, mas o Flamengo se fechou todo na defesa. Com uma grande atuação de Santos, a equipe carioca conseguiu segurar a importante vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA

TOLIMA 0 X 1 FLAMENGO

TOLIMA: Domínguez; Riascos, Quiñones, Moya e Junior Hernández; Rovira, Ureña (Ramirez), Raziel García (Catanho) e Luis Miranda (Melendez); Lucumi e Juan Caicedo (Michael Rangel). Técnico: Hernán Torres.

FLAMENGO: Santos; Rodinei (Matheuzinho), David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís (Lázaro); Diego (Ayrton Lucas), Thiago Maia, Andreas Pereira e Éverton Ribeiro (Marinho); Arrascaeta e Gabriel Barbosa (Pedro). Técnico: Lucas Silvestre (auxiliar-técnico).

GOL - Andreas Pereira aos 16 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Jesús Valenzuela (VEN).

CARTÕES AMARELOS - Andreas Pereira, Diego, Gabriel Barbosa e David Luiz(Flamengo); Riascos e Raziel García (Tolima).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Murillo Del Toro, em Ibagué.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por