SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 09 DE AGOSTO DE 2022
Esportes

Djokovic melhora, bate Kokkinakis e avança em Wimbledon; Kontaveit e Ruud caem

Estadão Conteúdo
Publicado em 29/06/2022 às 12:45Atualizado em 29/06/2022 às 12:54

Depois de uma atuação inconstante em quatro sets contra o coreano Kwon Soon-Woo, na estreia em Wimbledon, Novak Djokovic não teve as mesmas dificuldades na segunda rodada e avançou de fase ao vencer o australiano Thanasi Kokkinakis por 3 sets a 0, nesta quarta-feira, com parciais de 6/1, 6/4 e 6/2, em uma partida bastante tranquila. O próximo adversário será seu compatriota Mimomir Kecmanovic, que venceu o chileno Alejandro Tabilo por 3 sets a 1.

Em busca do sétimo título do Grand Slam britânico, o número 3 do mundo alcançou a terceira fase pela 13ª vez consecutiva e ampliou a invencibilidade no torneio. Depois da eliminação em 2017, quando se lesionou contra o checo Tomás Berdych e abandonou a disputa, o sérvio não perdeu mais, por isso foi campeão em 2018, 2019 e 2021 - não houve competição em 2020 por causa da pandemia.

"Estou muito feliz com meu desempenho de hoje", afirmo Djokovic depois da vitória. "Eu acho que comecei muito bem, fui bastante sólido da parte de trás da quadra, fiz ele trabalhar por cada ponto que eu consegui devolver de seus serviços. Eu tentei trabalhar bastante por toda a quadra, trazer bastante variedade de jogadas para o jogo", concluiu.

De fato, o australiano sofreu com o hexacampeão na grama de Wimbledon. Djokovic foi dominante desde o início do primeiro set, preciso nos saques, e abriu 3 a 0. Sem ver grandes sinais de reação do adversário, fechou a parcial com vitória por 6 a 1.

O sérvio manteve o nível no set seguinte e, embora Kokkinakis tenha melhorado, inclusive conseguindo uma quebra no terceiro game, venceu novamente sem grandes sustos, por 6 a 4. No terceiro set, continuou errando pouco, quebrou o serviço do australiano ainda no primeiro game e construiu vitória tranquila de 6 a 2 para fechar o jogo.

MAIS RESULTADOS

Diferentemente de Djokovic, que confirmou o favoritismo, o norueguês Paul Rudd, número 6 do mundo, foi eliminado pelo francês Ugo Humbert, 112º colocado do ranking. O desfecho foi o mesmo para a estoniana Anett Kontaveit, número 3 do mundo e cabeça 2 de Wimbledon. Ela deu adeus à disputa pelo título ao perder por 2 sets 0 para a alemã Julie Niemeier, com direito a um "pneu" no segundo set após parcial de 6/4 no primeiro.

Já americana Jessica Pegula, nona colocada do ranking, venceu a croata Donna Vekic por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/2) e passou de fase. A número 7 Karolina Pliskova, por sua vez, bateu a compatriota checa Tereza Martincova por 6/7 (7/1) e 5/7.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por