SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 09 DE AGOSTO DE 2022
Política

Diferença entre Lula e Bolsonaro no NE cai 16 p.p., diz Pesquisa Genial/Quaest

Estadão Conteúdo
Publicado em 06/07/2022 às 09:15Atualizado em 06/07/2022 às 09:19

Pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira, 6, mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança da corrida presidencial, com 45% das intenções de voto no primeiro turno, contra 46% da mostra anterior, divulgada no dia 8 de junho. O presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição segue no segundo lugar com 31% das intenções de voto, contra 30% da pesquisa anterior. A diferença entre os dois caiu de 16 para 14 pontos percentuais (p.p.), oscilando dentro da margem de erro. Contudo, a pesquisa indica a recuperação de Bolsonaro no Nordeste, onde a diferença para o adversário petista caiu 16 pontos percentuais.

De acordo com a pesquisa divulgada hoje, no Nordeste, região onde o PT sempre teve larga vantagem em uma corrida presidencial, Lula lidera com 59% contra 22% de Bolsonaro. Contudo, no mês passado a vantagem era maior, com Lula liderando com 68% contra 15% do atual mandatário. Entre as mulheres, em junho, a pesquisa apontou 50% a 22% para o petista. Este mês, a vantagem de Lula caiu para 46% e Bolsonaro cresceu para 27%.

Mesmo com a recuperação do atual presidente no Nordeste, Lula continua liderando a pesquisa em todas as regiões do País, com resultados na margem de erro no Centro-Oeste (39% a 35%) e ligeiramente acima da margem de erro no Sudeste (38% a 33%). No Norte, a vantagem pró-Lula é de 48% a 32%. Já no Sul, o ex-presidente tem 40% das intenções de voto contra 32% de Bolsonaro.

Na Genial/Quaest, Ciro Gomes (PDT) continua em terceiro lugar, com 6% das intenções de voto, contra 7% da pesquisa anterior. Na sequência aparecem André Janones (Avante), com 2%, mesmo porcentual da pesquisa anterior, e Simone Tebet (MDB), com 2%, na anterior ela tinha 1%. Os votos em branco, nulos e indecisos somam 6%. Os que não vão votar também somam 6%. Nas projeções de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 53% a 34%. Em termos de rejeição, Bolsonaro pontuou 59% e Lula 41%.

Apesar de ainda indicar uma possível vitória em primeiro turno do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a 13ª rodada da pesquisa Genial/Quaest, de acordo com seus analistas, mostra que a disputa pelo Palácio do Planalto ficou mais apertada.

A economia continua sendo vista como o principal problema do País, para 44% dos entrevistados e a redução do ICMS foi apontada como um fator - por 27% dos entrevistados que não pretendem votar nem em Lula e nem no presidente - que pode aumentar a chance de votar em Bolsonaro.

Neste grupo, 26% disseram que podem votar no mandatário por conta do subsídio para os caminhoneiros e outros 20% ficaram mais simpáticos ao presidente graças à mudança do presidente da Petrobras. O aumento do Auxílio Brasil, a prisão do ex-ministro Milton Ribeiro e a demissão do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afetaram pouco esse grupo.

A avaliação negativa do governo ficou no mesmo patamar entre junho e julho: 47%. A avaliação positiva cresceu de 25% para 26% e a regular caiu de 26% para 25%, mas dentro da margem de erro. Para 52% dos brasileiros, o governo é pior do que esperavam: para 26%, nem melhor nem pior; e para 20%, melhor. Hoje, 45% do eleitorado diz que prefere uma vitória de Lula, contra 30% que torcem por Bolsonaro. Em julho de 2021, esses números eram, respectivamente, 41% e 24%.

A pesquisa Genial/Quaest ouviu 2.000 pessoas com mais de 16 anos entre os dias 29 de junho e 2 de julho, em entrevistas nas casas dos eleitores em 27 Estados. Desde julho de 2021, a Genial/Quaest realiza pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais. É a mais longa série de sondagens feita presencialmente no país.

O nível de confiança da pesquisa Genial/Quaest é de 95%, com margem de erro máxima de 2%, para cima ou para baixo, em relação ao total da amostra. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob número BR 01763/2022.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por