SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUINTA-FEIRA, 11 DE AGOSTO DE 2022
Esportes

Após empate com o Corinthians em São Paulo, jogadores do Grêmio se calam de novo

Estadão Conteúdo
Publicado em 05/12/2021 às 18:59Atualizado em 05/12/2021 às 19:02

Agora virou moda: os jogadores do Grêmio só dão entrevistas quando vencem, o que não é tão comum neste Campeonato Brasileiro. O empate por 1 a 1 neste domingo, em partida realizada na Neo Quimica Arena, em São Paulo, pela 37.ª rodada, complicou a luta do clube gaúcho contra o rebaixamento. O gol sofrido aos 40 minutos do segundo tempo marcado por Renato Augusto não foi bem digerida pelos jogadores.

Após o apito final do árbitro carioca Bruno Arleu de Araujo, os jogadores deixaram a Neo Quimica Arena sem falar com a imprensa.

A greve de silêncio é mais um episódio na crise gremista na Série B. Com 40 pontos, o Grêmio está na 18.ª posição. Na última rodada, vai precisar vencer o Atlético-MG em casa e torcer por um tropeço de pelo menos dois times que também brigam contra o rebaixamento. Pode até ser rebaixado nesta segunda-feira, desde que o Juventude empate com o São Paulo, no Morumbi, e o Cuiabá também empate com Fortaleza, na Arena Pantanal.

Para a última partida, na próxima quinta-feira, o Grêmio não terá os zagueiros Pedro Geromel e Kannemann, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. O volante Thiago Santos sentiu dores no tornozelo esquerdo e é dúvida.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por