X
X

Diário da Região

18/09/2017 - 10h18min

Causa nobre

Essa cidade está pintando as ruas de branco: Descubra o motivo

Causa nobre

Reprodução/Twitter Funcionários fazem teste em rua de Los Angeles.
Funcionários fazem teste em rua de Los Angeles.

As autoridades de Los Angeles, na Califórnia, resolveram colocar em prática uma medida inusitada, mas com uma causa nobre. Estão testando o chamado "cool pavement", ou "pavimento fresco", pintando algumas ruas ao longo da cidade com um revestimento especial de cor branco cinzento. 

O pavimento de asfalto negro comum absorve entre 80% e 95% da luz solar, enquanto que o revestimento claro a reflete, abaixando a temperatura do solo significativamente, de acordo com os defensores desta tecnologia.

"O calor aqui, sobre a superfície negra... é de 42°, 43°C neste momento. E sobre a superfície já seca do outro lado, apesar de ter só uma camada de branco e ainda precisar de uma segunda, é de 36°C", afirma Jeff Luzar, vice-presidente da Guartop, a companhia que fornece o revestimento, durante uma demonstração à imprensa. "Uma diferença de temperatura de 6° a 7°C".

Greg Spotts, diretor-adjunto do departamento de manutenção de estradas de Los Angeles, diz que se trata da primeira cidade na Califórnia a colocar à prova este "pavimento fresco" sobre uma rua pública. Esta pintura havia sido utilizada anteriormente apenas em estacionamentos.

"Esperamos que outras cidades se inspirem (...) e que os fabricantes se animem a desenvolver novos produtos", afirma. 

Uma promessa real? 

Agora a prefeitura deve observar as reações dos habitantes a estas incomuns ruas brancas, assim como a rapidez com que ficam sujas pela passagem dos carros e os restos de óleo e combustível. 

George Ban-Weiss, professor adjunto de engenharia civil e ambiental da Universidade do Sul da Califórnia, considera que o "cool pavement" é uma promessa real na luta contra o aquecimento global nas cidades onde o asfalto e a concentração demográfica e veicular criam um efeito conhecido como "ilha de calor" (heat island). 

De acordo com o especialista, esta tecnologia que custa só 40.000 dólares por milha (1,6 km), tem o potencial de proteger "muita gente por um baixo custo em áreas urbanas com alta densidade", como Los Angeles, mais que nos subúrbios menos densamente povoados.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso