Diário da Região

15/12/2002 - 00h05min

Exercício espiritual

Todos precisamos de Deus

Exercício espiritual

Editoria de Arte NULL
NULL
Não importa a raça, a religião ou a condição financeira. Buscar Deus e acreditar que existe algo no plano superior é quase uma condição inerente ao ser humano, mais evidente nos dias de hoje com a expansão das religiões e sua conseqüente visibilidade. Prova desse interesse pelo espiritual é uma estatística do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que no último censo apontou que mais de 90% da população brasileira afirmam acreditar em Deus. Diante de crises financeiras, problemas familiares e violência urbana, o interesse pela espiritualidade tornou-se comum no mundo moderno. A busca por Deus ocorre justamente porque homens e mulheres já se deram conta que a dimensão do espírito transcende a materialidade. Ter fé é uma forma de encontrar respostas para solucionar o que a razão não consegue.

“Buscar Deus é próprio do ser humano, uma vez que ele esteja caminhando rumo à felicidade espiritual. Acreditar em algo superior dá sentido positivo à vida”, afirma o psiquiatra rio-pretense Ururahy Botosi Barroso. Mas nem sempre foi assim. Ao longo dos séculos, muitas religiões moldaram um Deus punitivo, vingativo e seletivo, o que só acabou atrapalhando o processo de aproximação entre o ser humano e o divino. Felizmente, as pessoas estão descobrindo que sentir Deus internamente vai além do que impõe qualquer religião é dá segurança e esperança para tocar adiante. Para Silva Guerriero, professor do Departamento de Teologia e Ciência da Religião da PUC de São Paulo, parte da busca espiritual se deve ao fato de muitas coisas não serem explicadas no campo puramente material, o que leva as pessoas a querer respostas ao que consideram extraordinário. Guerriero lembra que, embora nossa cultura tenha uma forte crença na existência de um Deus, há diversos povos espalhados pelo mundo que praticam a espiritualidade sem vinculá-la à existência do divino. “Há conceitos muito diferentes da visão que temos de um Deus criador”, explica.

Independente das divergências, o fato é que para muitos, praticar a fé é buscar sentido para a própria vida, como define a filosofia. “A tecnologia já criou tudo o que podia e por isso as pessoas estão se atentando para a importância de voltar para si mesmas e buscar algo que transcenda. No mundo de hoje, não dá mais para ter somente uma visão materialista. Precisamos de tudo o que criamos, mas as necessidades do espírito vão além”, diz Botosi. Para o psiquiatra, o interesse pela espiritualidade está diretamente ligado ao fato da ciência estar novamente caminhando em direção à religiosidade. “A física quântica, por exemplo, é um dos estudos que explicam alguns conceitos relacionados à fé”, diz. Ele destaca personalidades como Deepak Chopra, médico indiano que em seus livros faz ligação entre a espiritualidade e a física quântica. Se no passado a psiquiatria chegava a considerar as experiências místicas como sintomas de doenças mentais, hoje já admite a interferência da espiritualidade no quadro clínico dos seus pacientes.

Pesquisadores de várias áreas estão se convencendo de que existe uma ligação entre acreditar em Deus e ter boa saúde. Uma pesquisa feita nos Estados Unidos chegou à conclusão de que quem se dedica a alguma prática espiritual vive 29% mais. “Quando exercitamos a fé, vamos em busca de nossa própria essência, o que faz aumentar o autoconhecimento e a sensação de bem-estar”, atesta Ururahy Botosi. A rio-pretense Dirce Silva Dabruzzo, 51 anos, é uma dessas pessoas que delegam à fé e à busca de Deus o sentido para a vida. “As dificuldades só acontecem porque as pessoas não preenchem seu interior com a espiritualidade e por isso ficam sem esperança e sentem um e-norme vazio”, acredita Dirce, que há 30 anos é bastante ligada à religião. Para ela, quem não exercita a fé está mais sujeito à depressão e a uma fraqueza espiritual capaz de levar até ao suicídio. “A falta de Deus é que faz as pessoas serem infelizes. Precisamos desenvolver a religiosidade”, afirma. Independente das convicçõe

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso