X
X

Diário da Região

22/04/2015 - 09h57min

Carreira

Quer estudar no exterior?

Carreira

Stock Images/Divulgação É preciso fazer um passo a passo para participar de um  processo seletivo de bolsas de estudo em instituições estrangeiras
É preciso fazer um passo a passo para participar de um processo seletivo de bolsas de estudo em instituições estrangeiras

Será que ser estudante no exterior ainda é pouco acessível financeiramente? De acordo com a instituição Campus France, de São Paulo, não. Nem todos sabem, mas existem mais de 190 programas de bolsas de estudos para estudantes brasileiros interessados em estudar em cidades francesas, que incluem serviços para a mobilidade estudantil e formações em diferentes áreas.

O governo francês também subsidia a maior parte dos custos dos cursos e auxílios moradia, transporte e assistência médica, mas para isso é preciso que o aluno se enquadre em algumas exigências específicas.

Uma das dicas do Campus France é criar um dossiê eletrônico no site da instituição, www.bresil.campusfrance.org. Trata-se de um espaço virtual e personalizado que reúne os dados pessoais e acadêmicos do candidato e torna possível uma interação ao canal de comunicação interligado diretamente com a equipe de atendimento, sendo útil para solicitação de informações ou esclarecimentos de dúvidas. São várias as possibilidades ofertadas, envolvendo administração e negócios, estudos políticos, artes plásticas, design, moda, arquitetura, cinema e muitas outras.

De acordo com o site Bolsas.estudar, www.bolsas.estudar.org.br, jovens brasileiros de até 34 anos podem estudar fora do país. O candidato deve estar matriculado, em processo de aceitação ou cursando graduação ou pós-graduação. As opções de bolsas disponíveis são: graduação no exterior, intercâmbio acadêmico no exterior, duplo-diploma no exterior, pós-graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado no exterior. Interessados em participar do Programa de Bolsas do site têm que entrar em contato com antecedêcnia para realizarem a sua inscrição. O programa possui oito etapas seletivas.

Conheça um pouco mais sobre bolsas de estudo no exterior:

Contato com a universidade – Este é o primeiro passo para se conseguir uma bolsa de estudos. São muitas e diversificadas opções, portanto só mesmo a sua universidade estrangeira de interesse saberá informar os detalhes exatos do processo de admissão.

Inscrição – O segundo passo do processo é preencher completa e corretamente o formulário de inscrição. Certifique-se de providenciar todos os documentos exigidos pela universidade que ajudarão a qualificá-lo à bolsa. Um formulário incompleto levará à rejeição imediata do candidato. Por isso, comece o processo de inscrição o quanto antes possível, dando um intervalo suficiente até a data de entrega dos documentos. Antes de enviá-los, pesquise sobre o assunto, converse com pessoas que já conquistaram bolsas de estudo, tire dúvidas com a instituição. Reúna toda a informação necessária para ser um forte candidato. É possível que você precise providenciar traduções oficiais dos seus documentos do português para o inglês.

Exigências – Cada faculdade e universidade estrangeiras têm as suas regras específicas quando o assunto é bolsa de estudo. Para se ter uma ideia, as exigências diferenciam até mesmo entre as bolsas oferecidas pela mesma universidade.

Aprovados – Uma vez concedida a bolsa, todas as universidades irão exigir do estudante internacional um bom desempenho acadêmico. Por isso, você precisará dedicar-se aos estudos e atingir altas médias que o manterão no programa de ajuda financeira. Faça por merecer a bolsa de estudo conquistada. 

Fonte: vestibular.brasilescola.com

 

Dicas para estudar na França:

Escolha o curso desejado, de graduação, mestrado, especialização, doutorado ou pós-doutorado. O Campus France tem um filtro no site www.bresil.campusfrance.org que auxilia nessa decisão

Faça o cadastro no site do Campus France para criar o dossiê eletrônico e a caixa de mensagens personalizadas

Prepare a candidatura, também via site do Campus France

Faça os testes oficiais da proficiência do francês, que varia em cada universidade, podendo ser DELF, DALF ou TCF. No geral, exige-se um nível intermediário denominado de B2, porém há casos de cursos que estabelecem nível avançado

Acesse o dossiê eletrônico no site do Campus France e acompanhe o procedimento pelo espaço personalizado;
Solicite o visto de estudante junto ao consulado francês da circunscrição referente para cursos acima de 90 dias

Fonte: Campus France

 

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso