X
X

Diário da Região

17/12/2016 - 03h46min

Stop-Over

Paradinha Estratégica

Stop-Over

Agência O Globo Amsterdã: é possível ficar na cidade até dois dias, pela Air France e KLM, na rota de Moscou, por exemplo
Amsterdã: é possível ficar na cidade até dois dias, pela Air France e KLM, na rota de Moscou, por exemplo

Durante aquela viagem até Frankfurt, na Alemanha, que tal aproveitar a conexão em Paris e curtir a cidade um tempinho a mais? Muitos turistas não sabem, mas diferentes companhias aéreas estão oferecendo a seus clientes o stop-over, uma parada estendida que aumenta o tempo de estadia nos locais de conexão, desde que a viagem total dure mais de dez horas. Algumas empresas até pagam a hospedagem de uma noite. Outras dão descontos em hotéis e atrações em geral, como é o caso da TAP.

"A ideia é que a pessoa possa aproveitar o local onde vai parar, mas principalmente consiga descansar durante voos longos", diz Francisco Guarisa, diretor de Marketing da TAP para o Brasil. A Emirates, que liga as Américas e a Europa à Ásia, em viagens de até 23 horas, oferece diária de uma noite em Dubai (é possível ficar dois dias). A oferta vale inclusive para a classe econômica: basta que o tempo de conexão na cidade exceda oito horas e o destino seja fora dos Emirados Árabes. Já na classe executiva, o tempo de espera na conexão pode ser de apenas seis horas para garantir a hospedagem gratuita.

A pedagoga Monica Menezes descobriu o serviço de stop-over na Emirates, quando foi à Tailândia em 2013 e, desde então, sempre utiliza tempo extra nas conexões: "O mais interessante é poder fazer um pernoite com tranquilidade e conforto. A longa viagem na econômica acaba prejudicando o tempo no destino, pois, ao chegar, precisamos de mais horas para nos recuperarmos." A KLM e a Air France não pagam estadia, mas oferecem, em conjunto, o serviço de stop-over sem custo adicional, inclusive para a classe econômica.

Passageiros das duas companhias que estiverem indo, por exemplo, do Rio a Moscou, podem escolher ficar até dois dias em Paris na ida e em Amsterdã, na volta. Ou vice-versa. O necessário é que o voo até o destino final dure mais de dez horas. Na TAP, o programa de stop-over acabou de ser criado. Além de poder estender a estadia em Lisboa ou no Porto por até três noites, os passageiros ganham descontos em hotéis parceiros da companhia. Segundo a empresa, só na capital, são 150 opções. O serviço vale para quem tem como destino final cidades na Europa ou na África.

No caso da Turkish Airlines, se comprar passagem para Ásia, África ou outro destino europeu, o passageiro poderá estender a conexão em Istambul por até duas noites. Pela companhia, para quem viaja na classe executiva, o voo só precisa ser de mais de sete horas. Para a econômica, vale o período de mais de dez. A companhia oferece city tour gratuito na cidade. A British Airways oferece o serviço de stop-over em Londres, ´por um período de até 34 horas.

A opção só pode ser considerada na escolha feita no momento da reserva. Na Air Europa, o sistema funciona de maneira semelhante: voos com mais de dez horas dão direito a uma parada de até dois dias em cidades com conexão. Porém, no caso desta companhia, o serviço só pode ser adquirido diretamente com agentes, por telefone. No site, o serviço ainda não está habilitado. As companhias brasileiras Gol e a Avianca Brasil ainda não oferecem programas de stop-over. Assim como a Latam, elas têm a opção de "múltiplos destinos", onde é possível montar um roteiro passando por várias cidades, mas sem condições especiais tarifárias.

Já a Azul opera no programa da TAP. Em todas essas empresas, o ideal é adquirir o serviço no ato da compra da passagem. Também é possível solicitar o serviço na hora de fazer o check-in, mas, neste caso, o critério é saber se o voo que sairá da cidade de conexão tem assentos disponíveis na data escolhida - se não tiver, algumas companhias podem cobrar pela diferença.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso