X
X

Diário da Região

17/12/2016 - 02h54min

Exercício

O Mantra da natação

Exercício

Mara Sousa “É um momento de relaxamento e de gratidão”, diz a engenheira de alimentos Ana Carolina de Oliveira, que gosta de meditar durante suas aulas de natação
“É um momento de relaxamento e de gratidão”, diz a engenheira de alimentos Ana Carolina de Oliveira, que gosta de meditar durante suas aulas de natação

Será que é possível, entre uma braçada e outra, se desligar dos movimentos e aproveitar o momento para meditar? Tem quem afirme que sim, que ao cair na água alcança um estado de relaxamento tão grande que as próprias braçadas funcionam como um mantra - e assim meditam enquanto nadam. Há cientistas que defendem a teoria de que a natação promove uma regressão emocional à experiência que todos tivemos de flutuar no fluido amniótico, quando estávamos no útero.

O pesquisador Richard A. Friedman gosta dessa ideia, mas duvida dela, porque as regiões do cérebro que regem a memória de longo prazo só se desenvolvem por volta de um ano de idade. "Não há droga - recreativa ou de prescrição médica - capaz de induzir a tranquila euforia causada pela natação", escreveu no The New York Times. O pesquisador garante que é dentro da piscina que surgem suas melhores ideias. "Seja para descobrir como tratar um problema complexo de um paciente ou para escrever um trabalho." 

Segundo Friedman, nadar aumenta o nível de BDNF, proteína que promove a memória, mas isso também vale para outros tipos de exercícios. Já a imersão na água até a altura do peito aumenta em 14% o fluxo sanguíneo para uma das principais artérias do cérebro. "Você fica principalmente consciente da respiração", escreveu, explicando que o tédio permite que a mente divague. "Você não tem certeza do que se passou naquela estranha descontinuidade, mas a solução de um problema que lhe escapou em terra pode se tornar perfeitamente clara ao emergir da água - uma experiência que causa êxtase", declara. 

O educador físico Walter Helena, da Aquática Rio Preto, diz que, ao entrar na água, ele reza. "Fiz alguns cursos que ensinam como é possível meditar enquanto pratica natação, mas encontrei na oração uma forma de meditar. Assim que entro na água, começo a orar, e faço isso durante todo o treino. Não vejo a hora passar e assim que saio da piscina me sinto revigorado", declara. 

Relaxamento

Professor de natação e educador físico, Victor Reia Pinheiro diz que ao longo dos últimos anos já viu muitos alunos chegarem uma pilha de nervos e saírem da piscina outra pessoa. "Já tive aluno que chegou, não quis falar com ninguém, entrou na água e em coisa de 20 minutos saiu dizendo: 'Descobri, descobri'. Quando o questionei sobre o ele estava falando, a resposta foi: 'Passei o dia todo tentando descobrir uma solução para um problema que parecia impossível. Isso me deixou o dia todo tenso e extremamente nervoso.

Mas agora, depois que comecei a nadar, a resolução apareceu de forma clara. Não posso nem continuar nadando, preciso colocar em prática'", relembra. Foi vendo a transformação de alguns alunos ao entrarem e saírem da água que Pinheiro resolveu criar o momento de relaxamento em sua aula. "Os 10 minutos finais são dedicados ao relaxamento. Por mais intenso que seja o treino, quando a aula está no fim, peço para que o aluno coloque a boia entre as pernas e nade utilizando apenas os braços, dessa forma o batimento cardíaco desacelera e eles começam a relaxar", explica ele, que também utiliza outras técnicas para esse momento. 

"Algumas vezes peço para que boiem, deixem o corpo solto e relaxem. Toda a atmosfera do ambiente muda e você vê que aquele momento passou a ser sagrado entre os alunos. Alguns conseguem não só relaxar nos 10 minutos finais, como durante todo o treino, a ponto de se desligarem de tudo e qualquer coisa à sua volta", diz.

'Eu me encontro dentro d'água'

Há 10 anos a engenheira de alimentos Ana Carolina Simplício de Oliveira começou a nadar, e foi dentro d'água que ela se descobriu e se apaixonou não só pelo esporte, mas por tudo que a água lhe proporciona. "Comecei a nadar por causa de uma crise de hérnia de disco e me apaixonei. Só de sentir a água no meu corpo e de ouvir o barulho das borbulhas começo a relaxar. Hoje, eu faço dois tipos de treinos, os de tiros, que são mais fortes, mais intensos, e nesses eu só consigo pensar que vou conseguir finalizar e que eu posso melhorar o meu tempo; já nos treinos mais lentos, eu me desligo totalmente. É um momento de relaxamento e de gratidão", diz. 

São nos treinos mais lentos que, mesmo inconsciente, a engenheira de alimentos passou a meditar. "É como se meu subconsciente me levasse à minha vida intrauterina e eu começo a agradecer. Que bom que eu estou aqui, que bom que eu tenho oportunidade de nadar, que bom que eu tenho a oportunidade de cuidar da minha saúde. Eu acredito que a energia que você manda para o universo, o universo te responde. Também acredito que a água é um grande condutor de energia, então, usar a natação como meu momento de gratidão é potencializar energias boas", ressalta. 

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso