X
X

Diário da Região

31/07/2016 - 00h00min

XANGAI

Metrô e roteiro traçado à mão na efervescente cidade chinesa

XANGAI

Agência O Globo Carros e jardins: som de buzinas insistente, em meio a trânsito intenso e ruas arborizadas
Carros e jardins: som de buzinas insistente, em meio a trânsito intenso e ruas arborizadas

Em Xangai, as ruas têm nome em chinês e inglês. O mesmo acontece com as estações do metrô, que te leva para quase todos os lugares da cidade e custa entre 3 a 5 yuans (R$ 1,5 a R$ 2,5) dependendo da distância que será percorrida. Para usá-lo, basta ir a um dos muitos guichês eletrônicos em cada estação, escolher a versão em inglês, que um mapa das linhas surge na tela. É só escolher o seu ponto final, que a máquina informa o valor e emite o tíquete. O pagamento é feito em dinheiro.

Na hora de desembarcar, é importante saber qual é a saída mais indicada. Há estações com até oito portas. Uma escolha errada pode significar uma longa caminhada na superfície. É essencial ter atenção aos pertences no metrô. Xangai não é uma cidade violenta. No país comunista, o governo tem bastante controle sobre a imprensa, o que pode abafar alguns incidentes. Mas circular pela cidade, mesmo à noite, não causa sensação de insegurança. No metrô, no entanto, a quantidade de gente se movimentando de lá para cá é muito grande e há relatos de furtos. A dica é deixar documentos e pertences sempre no bolso na frente.

Para evitar contratempos, é importante sair do hotel com roteiro e caminho já traçados. Tentar obter informação na rua é arriscado, pois poucos moradores falam inglês. Andar de táxi é seguro e barato, mas a comunicação com o motorista é complicada. O ideal é levar o cartão do hotel, ou o endereço escrito de onde se quer chegar. O trânsito não é caótico. Nota-se, entretanto, uma verdadeira paixão dos chineses por buzinas, que são acionadas a todo momento e, de maneira exagerada, o que pode irritar. Mas, para eles, é normal. As buzinadas ininterruptas são apenas uma maneira barulhenta de se comunicar. Até nas conversas, o tom de voz elevado é comum.

Nas ruas, muito movimentadas, limpas e arborizadas, levar um esbarrão é natural. Os chineses não dão a mínima e seguem suas vidas.

BE3031 People'S Square: lojas e museus importantes no centro comercial de Xangai

Guia de sobrevivência sem WhatsApp

- Apesar de Xangai ser uma cidade cosmopolita com ares ocidentais, a principal sensação de se estar na China é causada pelo acesso restrito à internet. O Google e todas as redes sociais são censuradas. No entanto, por lá, também existe um 'jeitinho chinês'. Muitos usuários baixam o VPN, que ficou bastante conhecido no Brasil nas vezes em que o WhatsApp foi bloqueado por alguma ordem judicial. Esse aplicativo reconhece que o acesso está sendo feito por meio de outro país. Portanto, através dele, é possível acessar Facebook, Instagram, Google... Muitos hotéis, inclusive, já oferecem o pacote de internet com este aplicativo.

- Chegar em Xangai e não conseguir abrir o Google para buscar uma informação ou visualizar o mapa da cidade ou o roteiro do passeio pode ser algo desesperador. No entanto, o site smartshanghai.com traz uma boa seleção de tudo o que acontece na cidade. Lá, encontram-se informações sobre onde comer, comprar, agenda de shows etc. Os moradores, inclusive, procuram informações ali até na busca por imóveis. Publicado em inglês, é uma fonte de informação bem completa

- Outra curiosidade é que a cidade funciona sem WhatsApp. Alguns chineses até têm o aplicativo, mas a principal ferramenta de comunicação é o WeChat, uma versão mais completa do WhatsApp. Com ele, além da troca de mensagens e arquivos, é possível comprar de tudo, pagar contas em restaurantes, táxis etc. Em muitos lugares, inclusive, só é possível acessar o wi-fi através do WeChat, pois é uma maneira que eles têm de cadastrar os clientes já que é preciso seguir o perfil do estabelecimento no aplicativo

Serviço

Como chegar

- A Qatar Airlines voa de São Paulo a Xangai (via Doha). O bilhete sai a R$ 4.583, incluindo os trechos de ida e volta entre Rio e São Paulo operados pela Latam. Pela Emirates, a passagem sai por R$ 4.113, em voo do Rio a Xangai com conexão apenas em Dubai. A AirChina oferece o bilhete de São Paulo a Xangai por R$ 3.493 em voo via Frankfurt (trechos entre Brasil e Alemanha operados pela Lufthansa). Preços para setembro.

Onde ficar

- Le Royal Méridien. A dois minutos a pé da People's Square. Diárias: 1.012 yuans (US$ 151). leroyalmeridienshanghai.com
- The Portman Ritz-Carlton. A 12 minutos a pé do templo Jing'an. Diárias a 1.485 yuans (US$ 222). ritzcarlton.com
- The Westin. Em The Bund. Diárias a 1.130 yuans (US$ 169). westin.com/shanghai
- Four Seasons. Fica na região da People's Square. Diárias a 1.445 yuans (US$ 216). fourseasons.com/shanghai

Visto

- O processo de aprovação do visto pelo consulado chinês demora, pelo menos, dois dias úteis e custa R$ 160. Levar passaporte e cópia; foto colorida (com fundo branco); comprovantes de passagens e reserva de hospedagem e preencher formulário, disponível no consulado

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso