X
X

Diário da Região

16/08/2016 - 00h00min

SOM NA CAIXA

Músicos oferecem vivência de banda para alunos de instituto

SOM NA CAIXA

Guilherme Baffi 13/8/2016 Músicos envolvidos com várias bandas da cidade, Henrique Duarte e Marquinho Munhoz (à esq.) orientam alunos pelo projeto
Músicos envolvidos com várias bandas da cidade, Henrique Duarte e Marquinho Munhoz (à esq.) orientam alunos pelo projeto

Não é uma regra, mas um músico sozinho não faz uma banda. E o que todo músico realmente quer é tocar ao lado de outros músicos.

Isso vale até mesmo para quem está ingressando nesse universo através do aprendizado de algum tipo de instrumento musical.

Foi pensando nisso que três amigos que dão aula de música na mesma escola em Rio Preto conceberam um projeto de vivência de banda, batizado Som na Caixa.

“Na aula individual, não havia tantos motivos para incentivarem o aluno no aprendizado do instrumento. As apresentações em conjunto aconteciam duas vezes por ano apenas. Na vivência, o aluno se envolve com pessoas que tocam outros instrumentos e faz apresentações mais pontuais”, conta Jeison Cardozo, que comanda as aulas ao lado de Marquinho Munhoz e Henrique Duarte.

Além do ensino da música, os três têm em comum a atividade como instrumentistas, com presença atuante na cena rio-pretense.

“Nós mesmos não tivemos essa orientação sobre o que é ser uma banda quando começamos a atuar como músicos. É uma forma do aluno entender todos os aspectos ligados a uma apresentação em grupo, dos termos técnicos à produção”, reforça Munhoz.

Realizada no Instituto Bizet, a vivência tem formato de um curso em que o ensino do instrumento musical está ligado a um trabalho de preparação em grupo para a interpretação de músicas selecionadas a partir dos gostos dos integrantes.

As bandas seguem uma formação voltada mais para o pop rock, com bateria, baixo, guitarra, o que permite explorar uma variedade de estilos.

“Tudo muda. Você ouve outros instrumentos, percebe o momento que vai se inserir na música. Isso amplia o conhecimento”, comenta Marcela Boaretti, 16 anos, que estuda violão desde 2013 e hoje integra uma das três turmas do projeto Som na Caixa.

“É uma experiência e tanto para quem quer entrar em uma banda depois de aprender a tocar um instrumento. Sem contar que acabei fazendo novos amigos através da música”, diz William Rossi, 16, que toca guitarra na vivência.

As músicas ensaiadas na vivência são apresentadas na escola, seguindo uma agenda semelhante a de uma banda profissional. “A galera fica ansiosa para se apresentar. É um momento de muita emoção poder mostrar sua música para o público”, sinaliza Duarte.

Esse é um dos motivos que fizeram Marcelo Green, 17, trocar as aulas individuais de baixo pela vivência de banda. “Já havia tocado com alguns amigos e achei muito legal a experiência. Já toquei de tudo, até sertanejo”, conta ele.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso