X
X

Diário da Região

20/12/2015 - 00h00min

Comportamento

O que eu levo de 2015

Comportamento

Ricardo Boni / Divulgação “Levo a certeza de que não precisamos de grandes atos para sermos reconhecidos. Basta, simplesmente, trabalhar com amor e dedicação”, conta Marcella Portella, empresária, e eleita este ano a primeira mulher na categoria Jovem Empreendedor da Associação Comercial e Industrial de Rio Preto (Acirp). Para ela, vencer foi surreal: “Me senti abrindo caminho para outras mulheres”, diz
“Levo a certeza de que não precisamos de grandes atos para sermos reconhecidos. Basta, simplesmente, trabalhar com amor e dedicação”, conta Marcella Portella, empresária, e eleita este ano a primeira mulher na categoria Jovem Empreendedor da Associação Comercial e Industrial de Rio Preto (Acirp). Para ela, vencer foi surreal: “Me senti abrindo caminho para outras mulheres”, diz

Ainda não viramos a última página de 2015, mas não dá para esconder: já estamos com um pé em 2016. E por isso muitos já começaram a arrumar sua mala imaginária onde estão depositados sonhos, resoluções e planos para o ano que está para chegar. Mentalmente, fazemos um balanço geral do que foi bom e ruim, ao mesmo tempo em que preparamos uma nova (ou antiga) lista de metas. Temos de reconhecer que 2015 foi um ano pesado, marcado por catástrofes naturais, aquecimento global, terrorismo, desemprego, guerras, protestos, preconceito, corrupção... 

Foram tantas coisas que tivemos de superar e para seguir em frente que quase dá a sensação de ter sido um ano perdido, que a humanidade está sucumbindo ao caos, mas não é bem assim. Muita coisa boa aconteceu também: tivemos avanço na luta contra o HIV, o câncer, entre outras doenças, Cuba e Estados Unidos voltaram a se falar, o Brasil se uniu para ajudar o próximo, a educação ganhou destaque, crianças deram exemplo de cidadania e educação, o Brasil está caminhando no controle do desmatamento amazônico... mesmo com alguns percalços, podemos e devemos comemorar a vida.

Em Rio Preto vimos empresário construir biblioteca para uma criança, que sonha em levar a leitura à todos, vimos professor ganhar título de educador do ano, médicos realizar cirurgias inéditas, população ir as ruas pedir por melhoras, animais de estimação dentro de hospitais levando alegria a criançada, pais lutar bravamente pela vida dos filhos, empresária ser eleita a primeira mulher a ganhar o título e Jovem Empreendedor, vimos lágrimas de alegria, vimos exemplo de superação e que é possível descobrir a paz e a felicidade dentro de nós mesmo.

 

Conheça histórias inspiradoras

 

Stella Coeli - 20122015

“Levo de 2015 a verdadeira compreensão de que é dando que se recebe. Na Amazônia, aprendi a dizer com o coração e com a alma palavras simples que curam: sinto muito, perdão, gratidão e te amo. Não falava muito essas palavras e, hoje, eu falo pelo menos três vezes ao dia e tenho curado dia a dia todas as energias, picuinhas e indisposições que ficam entre mim e outra pessoa. Ficou claro que, quando mudamos, tudo em nossa volta muda. É mágico”, diz a jornalista Stella Coeli, que fez uma viagem missionária e de turismo espiritual para a Amazônia a convite da comunidade Eco Luz, que leva pessoas do Brasil todo para missões especiais. “Para mim, foi uma experiência de profunda transformação do meu ser e de minha alma”, conta.

 

 

 

Diego Mahfouz Faria Lima - 20122015

 

“Levo a certeza de que a transformação e a mudança são possíveis, basta acreditar na união, e que obstáculos sempre existirão, mas quando os tornamos pequenos próximos às conquistas almejadas, o sonho que antes era individual passa a ser coletivo”, diz o professor Diego Mahfouz Faria Lima. Ele ganhou nesse ano o prêmio de Educador do Ano das Fundações Victor Civita e Roberto Marinho, e eleito Educador do Ano pela Academia Brasileira de Educação do Rio de Janeiro.

 

 

 

 

Francis Muller Duarte - 20122015

“Levo Deus. É Ele que sempre nos mostra o caminho, nos dá uma direção. Ele sabe de todas as coisas, nos ama e é misericordioso. Ele opera milagres e nos ensina a superar obstáculos e, com fé, persistência, perseverança e amor, a vitória chega. Minha filha é prova viva disso”, diz o educador físico Francis Muller Duarte, que em setembro descobriu que sua filha de três anos, Isabella, até então ótima de saúde, era portadora de uma hepatite extremamente agressiva e precisava de um transplante com urgência. A corrida contra o tempo mobilizou milhares de pessoas da região pelas redes sociais. A campanha deu certo e a família conseguiu um doador a tempo. O transplante foi feito em setembro, em São Paulo. A família vê o episódio como um milagre.

 

 

 

Marcela Mara Oliveira - 20122015

“Levo inúmeras coisas, mas a que mais se destaca foi minha experiência no triatlo. Aprendi que o limite do meu corpo sou eu que determino, ele vai até onde eu permito! Sofrimento vira vibração de mais um dever cumprido ao final de cada treino, e as lágrimas viram sorriso de mais uma conquista minha! Esse é meu melhor troféu”, conta a médica Marcela Mara Oliveira, que sempre gostou de esportes e, recentemente, intensificou os treinos, aventurou-se em novas modalidades, uniu-se a uma equipe e, junto com novos triatletas, participou do seu primeiro triatlo (nadar, pedalar e correr), em Pirassununga, São Paulo. 

 

 

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso