X
X

Diário da Região

07/11/2015 - 00h57min

Turismo

As belezas de Ilhéus e Itacaré, na Bahia

Turismo

Divulgação Restaurante em Itacarezinho, uma das praias de Itacaré
Restaurante em Itacarezinho, uma das praias de Itacaré

Eternizada pelos romances do escritor Jorge Amado, quem conhece Ilhéus distante a pouco mais de 400 quilômetros de Salvador pode desfrutar do mar e de uma vasta área de mata atlântica no Sul da Bahia. Os casarões do centro que remetem ao luxo e extravagância dos coronéis da época áurea do cacau também são uma atração à parte. 

Na verdade, Ilhéus encanta os turistas que leram os livros e hoje podem conhecer suas ruas e atrativos de perto. Mas não é preciso conhecer literatura para se encantar pelo lugar que é conhecido como “A Princesinha do Sul”. A supervisora de turismo Adriana Messias Custódio, de Rio Preto, esteve em Ilhéus em setembro e garante que visitar o lugar é conhecer de perto um pouco da história e da cultura do País. “É um bom lugar para você conhecer arte e cultura ao mesmo tempo”, diz.

 

turismo_ilheus02 Uma das praias visitadas por Adriana foi a Praia da Tiririca, em Itacaré

Não deixe de esticar até Itacaré

Se você tem a sorte de estar em Ilhéus deve aproveitar a curta distância para visitar Itacaré, separadas apenas por uma distância de 70 quilômetros. Antigo refúgio dos coronéis do cacau, Itacaré foi esquecida na década de 1960 , quando uma praga conhecida como a vassoura-de-bruxa, também levou à decadência as fazendas da região.

Só foi redescoberta 40 anos depois, com a inauguração da Estrada-Parque Ilhéus-Itacaré. O asfalto substituiu a precária estrada de terra, até então encarada somente pelos surfistas. “Vale a pena conhecer”, complementa Adriana Messias Custódio.

 

 

turismo_ilheus03 Adriana Messias Custódio posa ao lado da estádua do escritor Jorge Amado, em Ilhéus

 

Renasceu graças ao ecoturismo e vem crescendo de maneira ordenada, preservando rios, cachoeiras e praias desertas emolduradas por morros cobertos de Mata Atlântica - um cenário bem diferente dos principais cartões-postais da Bahia, onde predominam dunas e falésias.

 

A partir daí vieram a badalação, as pousadas confortáveis, resorts sofisticados, restaurantes de cozinha internacional, cybercafés, lojinhas - e um grande movimento de turistas.

 

Considerado um dos melhores pontos do Nordeste para a prática do Surf, o conjunto formado por matas, rios, cachoeiras e manguezais, é muito procurado para aventuras como rafting, rapel, caiaque, mountain bike e trekking.

 

 

 

 

 

 

 

turismo_ilheus04 O antigo bordel Bataclan presente no romance “Gabriela, Cravo e Canela” foi transformado em um restaurante e pode ser visitado em Ilhéus

PROGRAMA-SE:

 

Informações importantes:
Fuso horário - Horário oficial de Brasília. A cidade não adota o horário de verão
Aeroporto mais próximo - Aeroporto Jorge Amado - Ilhéus (distante 4 km do centro)

Onde se hospedar e como se locomover:
“Fiquei no Cana Brava Resort distante do centro. É possível ir ao centro de táxi, a corrida sai por R$ 80, aproximadamente”, recomenda Adriana Messias Custódio

Preços:
Um pacote de sete noites no Cana Brava Resort, no sistema all inclusive com saída de Rio Preto no dia 17 de novembro sai por R$ 2.758 por pessoa (preços consultados na CVC de Rio Preto no dia 2 de outubro, voando TAM). Existem opções mais baratas, a partir de R$ 1,2 mil por pessoa em outros hotéis com café-da-manhã, também voando TAM

 

turismo_ilheus05 Itacaré é conhecida por suas belas praias que atraem muitos surfistas

O que visitar e onde comer em Ilhéus:
Não deixe de visitar o centro histórico com seus casarões, além da Catedral de São Sebastião e Igreja de São Jorge e a praia dos Milionários. “Lá não deixe de comer na Cabana Gabriela e provar comidas típicas”, diz Adriana Custódio. A moqueca de peixe custa R$ 69. Também não deixe de comer o acarajé da Judith, no Pontal

Como chegar:
A TAM (www.tam.com.br) e a Azul Linhas Aéreas (www.voeazul.com.br) oferecem voos a partir de Rio Preto. O aeroporto Jorge Amado fica a quatro quilômetros do centro de Ilhéus. Pela TAM você pode optar por voar por São Paulo ou Brasília e pela Azul, por Campinas

Como circular:
Dá para se virar bem a pé pelo centro histórico. Os hotéis ficam mais afastados. As atrações estão espalhadas, mas é fácil chegar a elas de ônibus, de táxi, transfer ou com as agências que organizam passeios. Se preferir passear por conta própria de carro há locadoras de veículo na cidade

Mais informações: www.ilheus.ba.gov.br e www.itacare.ba.gov.br 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso