X
X

Diário da Região

25/04/2016 - 20h56min

Artigo

A luz da verdade

Artigo

Edvaldo Santos/Arquivo Vera Paraboli Milanese é psicóloga, escritora e doutora em Literatura
Vera Paraboli Milanese é psicóloga, escritora e doutora em Literatura

As recentes manifestações populares, bem como a indignação geral contra a revelação de mentiras por parte de incontáveis políticos de nosso país, além de serem um lamentável sinal da grave situação brasileira, apontaram para uma realidade irrefutável: a necessidade que o ser humano tem de buscar a verdade e de viver na verdade. Por trás de todas as frase dos cartazes, por trás de todos os gritos de ordem, está presente a ânsia pela verdade.

"Chega de mentiras, chega de enganação", grita, de diferentes formas, o povo nas ruas. Penso que o mesmo acontece em todos os níveis de nossa vida. Não, ninguém consegue, sem grandes prejuízos pessoais, pautar sua vida na mentira. Mais cedo ou mais tarde, a ânsia pela verdade aparecerá, de uma forma saudável, como aconteceu nas passeatas populares, ou de uma forma doentia; transformando-se, por exemplo, em uma patologia psicológica, ou até mesmo física. 

Se olharmos para a Bíblia, lá encontramos a afirmação de que o diabo é o pai da mentira. E a palavra diabo relaciona-se à divisão. Assim, podemos entender que, já em sua essência, a mentira divide, a mentira aniquila. Divide famílias, divide a nação, divide o indivíduo... Enfim, a mentira só serve aos interesses do mal que, não sejamos ingênuos, mora fora, mas também mora dentro de nós. Então, nesse momento político-social tão conturbado, podemos nos perguntar: até que ponto minha vida é pautada pela verdade?

Até que ponto compactuo com 'pequenas' mentiras que estão, aos poucos, mas com grande força, destruindo minha integridade psicológica, moral e física? Até que ponto eu faço de conta que não vejo a mentira alheia porque me interessa? 
Um gato no escuro pode parecer um leão, a escuridão facilita enganos, roubos, falsificações... Por isso, faz-se necessária a presença da luz que nos mostra a verdade. Em minha área de atuação profissional, penso que a psicoterapia é o trabalho de penetrarmos, paciente e terapeuta, em um labirinto sem luz para se buscar a saída.

O paciente não consegue encontrá-la sozinho porque está dentro deste labirinto, e no escuro não vê nada. O terapeuta, com toda sua preparação teórica, sua análise pessoal e sua experiência clínica, o acolhe. Juntos, buscam a saída. O ponto-chave está na luz que vai iluminando o caminho, para que o paciente quem deva caminhar... E assim acontece em todos os níveis de nossa existência. Precisamos da luz para iluminar nossas trevas, da verdade para acabar com nossas mentiras, pois a mentira nunca leva a nada, além de outras mentiras que levarão, mais cedo ou mais tarde, à destruição e morte psíquica, política, física ou espiritual. 

E por falar em espírito, aqui lembro as palavras de Jesus, o Cristo: "Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." Infinita sabedoria, totalmente compatível com a personalidade e exemplo de alguém que viveu e morreu pela verdade. Cristo teve autoridade para dizer "Eu sou o caminho, a verdade e a vida", porque pautou-se sempre na verdade, porque emitia sua própria 'luz', que iluminava a tudo e a todos que o cercavam. E nós, meus queridos, estamos alicerçando nossa vida na mentira ou na verdade? No plano pessoal, estamos buscando nossa autenticidade, tentando nos aproximar de nosso anseio genuíno pela verdade ou estamos nos acomodando às mentirinhas cômodas do dia a dia? 

Na família, será que estamos sendo exemplo para nossos filhos, mostrando que não vale à pena mentir? Ou estamos mentindo para tirar vantagem de alguma situação ou para privilegiar alguns em detrimento de outros? Na vida social, estamos sendo reflexo da verdade em nossas relações? E na política, estamos fazendo nosso papel de cidadãos conscientes, lutando por um país livre do roubo, da mentira e da corrupção? Penso que precisamos, mais do que nunca, buscar a Luz, ser a Luz, andar na Luz... Só assim poderemos ter esperança de uma vida mais plena, de um país mais digno e de um amanhã mais gentil para as próximas gerações. "Fiat lux": faça-se a luz... Dentro e fora de nós.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso