Diário da Região

05/12/2009 - 03h10min

Disputa Eleitoral

Vacarezza diz que Ciro é maioria no PT

Disputa Eleitoral

Edvaldo Santos Cândido Vacarezza rechaça título de “forasteiro” em Rio Preto
Cândido Vacarezza rechaça título de “forasteiro” em Rio Preto

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Cândido Vacarezza, afirmou ontem que já existe “ampla” maioria no partido para que Ciro Gomes (PSB) seja o candidato apoiado pelos petista ao governo do Estado de São Paulo em 2010. “Se o Ciro Gomes quiser será o candidato a governador do PT no Estado de São Paulo. Já existe a maioria muito ampla dentro do PT para fazer o Ciro candidato a governador”, afirmou.


Vacarezza percorreu a região de Rio Preto ontem para costurar alianças políticas em torno da sua reeleição. Ele disse, inclusive, que deverá fazer uma de suas dobradinhas no Estado com João Paulo Rillo (PT), pré-candidato a deputado estadual. “Serei o candidato a deputado federal do PT em Rio Preto”, afirmou.


O cacique petista mencionou ainda que tem compromisso já assumido com a deputada estadual de Catanduva Beth Sahão (PT). Amigo pessoal do prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB), o deputado federal citou que pretende conversar ainda com o pré-candidato a deputado estadual do PSB Orlando Bolçone, atual secretário de Planejamento da Prefeitura de Rio Preto. Valdomiro disse que não tem que se preocupar com política.


Sobre o fato de Rillo ter um acordo de dobrar com o ex-prefeito Manoel Antunes (PDT), Vacarezza afirmou que não existe nenhum problema. “O PDT faz parte da base de sustentação do governo Lula. O PSB também é partido aliado e não tem nenhum problema. A questão do Manoel Antunes não impede o João Paulo de dobrar comigo”, disse.


Mesmo sendo um “forasteiro” - termo que rechaça -, o líder do PT na Câmara Federal afirmou que não há nenhum deputado federal que mais ajudou a cidade do que ele. Ele se colocou ao lado de Valdomiro como um dos responsáveis pela liberação da construção de 2.591 casas populares dentro do programa “Minha casa, minha vida.” “Tem algum deputado que arrumou tanto de recurso que eu arrumei?”, questionou.


Vacarezza disse que haverá problemas para os deputados conseguirem liberar emendas pontuais destinadas a Rio Preto e região junto ao orçamento da União. “A emenda dos deputados é carimbada e fica vinculada e tem muita dificuldade de se viabilizar (as emendas pontuais)”, afirmou.


Ele disse que reservou recursos para a cidade no Ministério do Turismo, provavelmente, para a construção do Centro de Convenções. “A destinação tenho de conversar com o prefeito. Coisa que dá certo, e não pirotecnia.” Sem nenhuma modéstia, Vacarezza disse que a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, ganhará a eleição em 2010. “A Dilma vai fazer tudo de bom que o Lula fez e ter algumas prioridades, como infraestrutura com novos aeroportos, portos, hidrovias, rodovias e linhas férreas. Em 10 anos seremos potência mundial com a Dilma.”

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso