X
X

Diário da Região

27/10/2016 - 08h14min

Suspeita de crime eleitoral

PF cumpre mandados de busca e apreensão no gabinete do vereador Fábio Marcondes

Suspeita de crime eleitoral

Agentes da Polícia Federal cumprem neste momento mandados de busca de apreesão no gabinete do Fábio Marcondes, presidente da Câmara de Rio Preto. O vereador não está na Câmara neste momento. Os policiais estão recolhendo documentos que podem servir de prova de suspostos crimes cometidos pelo parlamentar. Além da Câmara, policiais federais também estão recolhendo documentos na casa do vereador, no condomínio de luxo Damha 4.

O vereador Paulo Pauléra afirma que trata-se de uma questão pessoal do presidente. "Cada um responde pelo que faz", afirmou.

 

 

Marcondes, reeleito vereador no domingo, 2, com 8.095 votos - o mais votado entre todos os candidatos ao posto - é acusado de ter cometido crime eleitoral. As investigações começaram logo após as eleições. Na sexta-feira, 7, agentes federais estiveram na casa de um aliado dele no bairro João Paulo 2º, um dos principais redutos eleitorais do parlamentar.

Na casa do assessor informal identificado como Rogério Martins, com trânsito livre no gabinete de Marcondes, foram apreendidos pen-drives, celulares, computador, listas com nomes de pessoas e R$ 400. A busca e apreensão foi requisitada pela PF, recebeu aval do Ministério Público e foi acatada pelo juiz da 125ª Zona Eleitoral, José Manuel Ferreira Filho.

O Diário apurou que foram apreendidos cadernos com diversos nomes de pessoas que teriam atuado na eleição de Fábio Marcondes. Também está em poder ainda dos agentes federais relação com mais de 80 nomes de pessoas que autorizaram a colocação de propaganda em carros. A PF quer saber, por exemplo, se esses eleitores receberam dinheiro para adesivar os veículos.

“Tem a papelada, autorização de propaganda política, um monte de nomes. Tem referência a valores e é preciso analisar”, afirmou um dos investigadores ao Diário, que pediu para não ser identificado. Inquérito policial vai tentar comprovar denúncias de crimes eleitorais supostamente ocorridos durante a campanha de Marcondes. O vereador nega as acusações. Uma das suspeitas é de que o presidente do Legislativo tenha gasto valor superior aos R$ 99,3 mil permitidos para despesas de campanha para vereador.

Os investigadores da PF tentam comprovar os crimes de abuso do poder econômico, compra de votos e despesas não declaradas à Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça Cláudio Santos de Moraes já colheu depoimento de duas pessoas que relataram possíveis irregularidades que compõem a investigação contra o vereador do PR. O inquérito foi aberto a partir de queixas de supostas irregularidades durante a campanha. A apuração resultou no pedido da PF para cumprir mandado de busca e apreensão autorizado pela Justiça.

“A Polícia Federal fez um pedido de busca e apreensão alegando que era necessário e eu dei aval para apreensão do material. É uma diligência que tem de ser feita”, disse Moraes. “Quem está sendo investigado é o Fábio Marcondes por abuso do poder econômico e captação ilícita de sufrágio”, acrescentou o promotor ao Diário.

Leia nota da Polícia Federal sobre a operação realizada para investigar crime eleitoral envolvendo o vereador Fábio Marcondes

Nota da PF do caso Marcondes Clique para ampliar

 

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso