Diário da Região

18/12/2010 - 01h48min

Oficial

Tiririca é ovacionado e Maluf vaiado

Oficial

Agência Assembleia Senador eleito Aloysio Nunes no momento da diplomação em solenidade do TRE na Assembleia
Senador eleito Aloysio Nunes no momento da diplomação em solenidade do TRE na Assembleia

O deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira Silva (PR), o Tiririca, foi diplomado na manhã de ontem na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo ovacionado pela plateia. Eleito com o maior número de votos no País, Tiririca foi o primeiro a receber o diploma. Assim como ele, novatos como a deputada estadual eleita Leci Brandão (PC do B) e os federais eleitos Protógenes Queiroz (PC do B) e Bruna Furlan (PSDB) foram os mais aplaudidos na cerimônia.


Já Paulo Maluf (PP) foi vaiado. Os eleitos por Rio Preto e região também tomaram posse, como os federais Edinho Araújo (PMDB), Rodrigo Garcia (DEM) e Vaz de Lima (PSDB) e os estaduais João Paulo Rillo (PT), Orlando Bolçone (PSB) e Sebastião Santos (PRB). Os diplomas foram entregues pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Walter de Almeida Guilherme. O governador eleito Geraldo Alckmin (PSDB) e o senador Aloysio Nunes (PSDB) também receberam seus diplomas.


Dilma e Temer


No discurso da diplomação, a presidente eleita, Dilma Rousseff, citou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que a transformou em candidata à sua sucessão e conseguiu elegê-la - proeza que era considerada impossível no início do ano. Mais adiante, ao elogiar o caráter democrático do processo eleitoral brasileiro, Dilma mencionou a “ousadia” do povo brasileiro ao levar “um trabalhador à Presidência.”


Ela ressaltou saber do orgulho que os brasileiros têm de ver um homem do povo conduzir o País. Em seguida, colocou-se como exemplo: “Foi esse sentimento que fez o povo eleger uma mulher presidenta.” Dilma afirmou que a eleição da primeira mulher presidente da República “representa a crescente maturidade da nossa democracia”. E arrematou: “Rompe com preconceitos, desafia limites e enche de esperança um povo sofrido.”


Ela afirmou que vai governar para todos, mencionando expressamente as mulheres brasileiras. Ela ainda destacou como prioridades de sua gestão: a estabilidade econômica, a educação, a segurança das comunidades e a saúde de todos os brasileiros. Ela afirmou que vai se empenhar em “honrar as mulheres, cuidar dos mais frágeis e governar para todos”.


Ao receber o diploma do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, Dilma comprometeu-se em zelar pela estabilidade econômica, da qual decorre a geração de empregos. “Sei que há muitas expectativas em relação ao nosso governo que se inicia”, enfatizou. Dilma também ressaltou o zelo pela liberdade de manifestação da imprensa e de culto. Ela ponderou, entretanto, que qualquer estratégia política e econômica só será efetiva caso se reflita “diretamente na vida de cada trabalhador, de cada empresário, de cada família”.

Agência Assembleia Tiririca exibe diploma de deputado federal mais votado do País
Vaia é alerta, diz delegadoO deputado federal Protógenes Queiroz (PC do B) disse ontem, após a cerimônia de diplomação dos eleitos, realizada na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), que as manifestações da plateia contra o deputado Paulo Maluf (PP) devem servir de alerta para as instituições na luta contra a corrupção. Maluf foi vaiado durante a solenidade.“(A manifestação) democraticamente, demonstrou a realidade do País”, disse Protógenes, que durante a diplomação ouviu dos presentes gritos de “prende o Maluf.” Como delegado da Polícia Federal (PF), Protógenes foi quem realizou as prisões do deputado federal eleito Paulo Maluf (PP-SP), do empresário Law Kin Chong, do banqueiro Daniel Dantas, do investidor Naji Nahas e do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta. Protógenes disse que, na Câmara dos Deputados, quer dar continuidade ao trabalho iniciado como delegado da PF e que pretende se empenhar em projetos de combate à corrupção. Sobre se sentia constrangido por ter de conviver no Congresso com políticos que foram ou são alvo de investigação, o deputado federal eleito do PC do B de São Paulo lembrou que, na legislatura que assumirá, já contou alguns eleitos que respondem a inquérito ou processo. “A democracia leva a essas situações que presenciamos hoje. Temos de avançar muito. Não avançamos o necessário”, afirmou, ao citar o líder sul-africano Nelson Mandela, que disse que a democracia “é um projeto de longo prazo.

   

Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso