X
X

Diário da Região

15/12/2017 - 08h58min

Brasília

Rui Falcão definirá comportamento de petistas no processo contra Cunha

Brasília

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, vai definir o comportamento dos petistas que compõem o Conselho de Ética da Câmara no processo disciplinar proposto pelo PSOL e Rede Sustentabilidade contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O colegiado tem sete membros titulares do bloco liderado pelo PT, sendo três petistas. Ao total, o Conselho é composto por 21 deputados. Por orientação do partido, os três petistas titulares não assinaram o documento de apoio ao requerimento que pede a abertura de processo contra o peemedebista. Até o momento, 48 deputados de sete partidos endossaram o pedido, sendo 34 do PT. A bancada petista é composta por 62 parlamentares. A Câmara tem 513 deputados. A partir do início do processo no Conselho, com a definição da relatoria, prevista para a próxima semana, Rui Falcão será consultado, revelam os petistas. O discurso oficial é de que a representação será tratada com imparcialidade para que Cunha tenha amplo direito a defesa e acesso ao processo legal. "Ninguém é culpado até que se prove. O que serve para o PT serve para outros partidos", disse o deputado Valmir Prascidelli (PT-SP), titular do Conselho, criticando os vazamentos seletivos. A cúpula do colegiado foi eleita sem o aval de Cunha e se diz independente do peemedebista. O presidente José Carlos Araújo (PSD-BA) derrotou o candidato de Cunha, o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). O vice-presidente do Conselho, deputado Sandro Alex (PPS-PR), afirmou que não existe possibilidade de o trâmite ser postergado. "Temos uma obrigação a cumprir com a sociedade e com o Parlamento. O andamento é garantido pelo regimento. O prazo (processual) é de 90 dias e pronto. Vamos cumprir o prazo", avisou. A percepção dos membros do Conselho ouvidos pelo Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado, é de que seria impossível avaliar hoje qual será o comportamento dos membros do colegiado, já que nesta legislatura eles nunca se reuniram. O processo contra Cunha é o primeiro a ser avaliado entre os investigados na Operação Lava Jato. Um processo desse tipo pode culminar em cassação, mas o resultado, hoje, é imprevisível.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso