Diário da Região

28/11/2003 - 02h42min

De olho em 2004

Presidente do PSDB enquadra vereadores rebeldes

De olho em 2004

A presidente do PSDB de Rio Preto, Ivani Vaz de Lima, enquadrou ontem os três vereadores tucanos - Joaquim Barbeiro, Cesar Gelsi e Valdomiro Ferreira - que integram a base de apoio do prefeito Edinho Araújo (PPS) na Câmara. Ela cobrou coerência dos parlamentares e ameaçou com punição os que não cumprirem as determinações do diretório municipal. A determinação partiu após o PSDB de Rio Preto ter recebido aval das esferas estadual e federal para declarar oposição em todos os municípios com governos do PT ou de partidos não alinhados com os tucanos. Com a oposição definida, a estratégia adotada pelo partido será a de ?desgastar? a imagem da administração. ?Vamos fazer isso naturalmente, mostrando para a população as promessas de campanha que não foram cumpridas?, revela.

E a presidente tem outros motivos para cobrar e ameaçar os vereadores. Na sessão itinerante de ontem, organizada pelo presidente da Câmara, vereador Gérson Furquim (PSDB), três parlamentares tucanos atenderam o apelo da base governista e não compareceram à solenidade. ?O prazo de filiações já encerrou. Os vereadores sabem que estão sujeitos a penas leves e pesadas, e que podem ficar sem legenda para disputar as eleições?, ameaçou a tucana, que afirma contar com o aval de caciques como Aloysio Nunes, deputado federal, e de seu marido Vaz de Lima, deputado estadual. ?Somos oposição declarada por dois motivos. O PT fez e faz parte da administração. E porque queremos assumir a Prefeitura em 2004?, assume. ?Eles (vereadores) não podem aceitar uma posição diferente. Quando vieram para o partido sabiam que seria um palanque diferente do Edinho.?

Quanto ao passado recente, em que os vereadores votaram como quiseram, como no caso do projeto de Furquim que prevê a regularização dos loteamentos clandestinos, Ivani faz um mea culpa. ?Podemos ter pecado em não nos posicionarmos antes. Mas eles sabiam que a qualquer momento seriam chamados pelo partido. E isso aconteceu?, afirma. Um vereador, ao menos, vem sendo o principal opositor do governo na Câmara: Claudiney Faustino. Na sessão itinerante de ontem, o tucano cansou de criticar e disparar denúncias contra Edinho. ?Tenho oito ações na Justiça e amanhã entro com mais uma. E já anuncio o pedido de uma CPI para apurar iregularidades na Beneficência Portuguesa.? O prefeito Edinho Araújo afirmou que a oposição pela oposição não colabora com Rio Preto e pede sensatez aos líderes dos partidos. ?Peço para as lideranças colocarem Rio Preto acima de projetos e interesses pessoais. É muito cedo para discutir eleição e continuo trabalhando numa agenda positiva a favor da cidade?, disse o prefeito.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso