Diário da Região

16/04/2009 - 03h18min

Contrato por um fio

Prefeitura e Leão Leão definem rescisão hoje

Contrato por um fio

Thomaz Vita Neto Lixo se acumula na rua Siqueira Campos, em frente a Americanas
Lixo se acumula na rua Siqueira Campos, em frente a Americanas
O procurador-geral do município, Luiz Tavolaro, vai debater com representantes da empresa Leão Leão os termos da rescisão do contrato do lixo - no valor de R$ 61,2 milhões. O encontro acontece hoje, às 10 horas, na Prefeitura. Antes, Tavolaro pretende conversar com o Ministério Público. Outro tema da reunião será definir quais serão as penalidades a serem aplicadas pelo Executivo à empresa. Tavolaro acusa a Leão Leão de descumprir itens do contrato desde o início do governo de Valdomiro Lopes (PSB), como a falta de reciclagem e da compostagem do lixo. A empresa não faz a manutenção do aterro sanitário desde o início da administração de Valdomiro, que cancelou o pagamento de R$ 30 mil pagos pela Prefeitura para a execução do serviço. ?Vamos pedir amanhã (hoje) a devolução de R$ 547 mil referentes a falta da manutenção do aterro?, disse o procurador-geral.

Tavolaro admitiu, porém, que poderá enfrentar dificuldades para promover a rescisão amigável com a empresa, como ele deseja. Em conversas pelo telefone com representantes da empresa, ele foi informado que, dependendo das penalidades a serem aplicadas, a Leão Leão não aceitará cancelar o contrato. ?A empresa aceita como penalidades o pagamento de multa, a advertência e a devolução dos R$ 547 mil pelo serviço não feito no aterro sanitário. Hoje (ontem), me disseram que já não aceitariam uma eventual suspensão ou declaração de inidoneidade?, afirmou. ?A empresa quer deixar a porta aberta para participar de uma nova licitação?, afirmou. Por meio de nota, a Leão Leão afirmou que cumpre ?integralmente? o contrato com a Prefeitura de Rio Preto. O promotor de Justiça Sérgio Clementino, que investiga o contrato do lixo, pediu ?cautela.? ?Não se pode deixar a população sem a coleta do lixo. A população não pode ter trauma?, disse Clementino. Ontem, o vereador Maurin Ribeiro (PC do B) apresentou requerimento pedindo a retirada de caçamba de lixo na rua Siqueira Campos, ao lado do Calçadão.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso