Diário da Região

13/07/2010 - 00h50min

Políticos da região

Patrimônios vão de R$ 32 mil a R$ 192 milhões

Políticos da região

Rubens Cardia Deputado federal Vadão Gomes (PP): maior patrimônio
Deputado federal Vadão Gomes (PP): maior patrimônio

O deputado federal Vadão Gomes (PP), que vai tentar a reeleição, declarou à Justiça Eleitoral que possui patrimônio de R$ 192 milhões. Ele é o mais rico, entre todos os candidatos da região de Rio Preto que disputam as eleições de 2010. Enquanto Vadão lidera o ranking, Cacau Lopes (PV), candidato a deputado federal, declarou que possui apenas um veículo, avaliado em R$ 32 mil.


Em sua declaração de bens, Vadão informou que é dono de uma fazenda em Estrela D’Oeste avaliada em R$ 100 milhões. De acordo com a assessoria do deputado, a propriedade abriga a sede do Frigorífico Estrela, controlada por Vadão e que possui valor estimado de R$ 61,7 milhões. Consta na declaração de renda que o deputado possui 98% do capital do frigorífico. Outra empresa, a Vadão Transportes tem valor declarado de R$ 16,9 milhões.


Na sequência do ranking dos candidatos mais ricos aparecem dois políticos do DEM. O médico Eleuses Paiva, que foi suplente de deputado federal e chegou a assumir a vaga no ano passado, declarou possuir patrimônio de R$ 7,6 milhões. O candidato tem uma fazenda no município de Rancharia avaliada em R$ 1,3 milhão. Outra propriedade de Eleuses, no mesmo município, tem valor estimado de R$ 1 milhão. Além dos imóveis rurais, o médico tem uma casa em Rio Preto e um apartamento em São Paulo, que custam R$ 726 mil e R$ 520 mil, respectivamente.


E o deputado estadual Rodrigo Garcia, que agora tentará vaga na Câmara dos Deputados, declarou ser dono de um patrimônio avaliado em R$ 4,3 milhões. Cotas da empresa Centroeste Agropecuária em nome de Rodrigo custam R$ 1,9 milhão. O deputado declarou ainda ser proprietário de um apartamento em São Paulo avaliado em R$ 1,1 milhão.


Ex-prefeitos


A eleição para deputado federal deste ano terá três ex-prefeitos de Rio Preto no páreo. Edinho Araújo (PMDB) declarou patrimônio de R$ 1,1 milhão à Justiça Eleitoral, formado por imóveis localizados em Santa Fé do Sul, Rio Preto e até no Estado do Acre. Manoel Antunes (PDT) informou ter bens que juntos somam R$ 689 mil, entre eles, propriedades e aplicações bancárias. Já o ex-prefeito Liberato Caboclo (PMN), que é médico, declarou não possuir bens.


Estadual


Entre os candidatos a deputados estadual, o empresário e ex-vice prefeito de Catanduva Roberto Cacciari (DEM) é o mais rico. Ele declarou bens avaliados em R$ 3 milhões. O patrimônio de Cacciari é formado pela indústria farmacêutica Lucipharma, avaliada em R$ 582,2 mil, além de casas, terrenos e veículos. Na sequência do ranking aparecem três candidatos do PSDB. Dilador Borges tem patrimônio de R$ 2,5 milhões. O deputado estadual Geraldo Vinholi, que tenta reeleição, declarou bens avaliados em R$ 2,4 milhões, enquanto o ex-prefeito de Votuporanga Carlão Pignatari afirmou ser dono um patrimônio de R$ 1,5 milhão.


Até o final da tarde de ontem, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) não havia divulgado o registro de candidatura dos candidatos a deputado federal Félix Sahão (PT), Regis de Oliveira (PSC) e Ronaldo Bresciani (PT). Também não foram divulgados os registros dos candidatos a deputado estadual Beth Sahão (PT), João Paulo Rillo (PT), Rafael Marinho (PT), Renato Pupo (PSC) e Marcos Apóstolo (PRP). Nenhum assessor do órgão foi localizado para comentar o atraso.


Concorrentes têm dinheiro em casa


Pelo menos três candidatos declaram à Justiça Eleitoral que “guardam” dinheiro em casa. Em sua declaração de bens o deputado estadual Rodrigo Garcia (DEM), que disputa a eleição para deputado federal, afirmou que possui R$ 65 mil “em espécie”. Já o candidato empresário e candidato a deputado estadual Fernando Lucas (DEM) relacionou ao seu patrimônio “valores em espécie” que somam R$ 265 mil.


O vereador Nelson Ohno (PSB), candidato a deputado estadual, declarou que possui R$ 20 mil, também “em espécie”. A maioria dos candidatos também declarou que possui investimentos em aplicações bancárias de renda fixa, além de depósitos em conta correnta e poupança.


Exigência


A declaração de bens é uma exigência da Justiça Eleitoral para o registro de candidatura. O documento auxília eventuais investigações relacionadas a enriquecimento ilícito de políticos. Além das informações patrimoniais, os candidatos entregaram à Justiça Eleitoral certidões criminais negativas. Os registros de candidatura estão em análise no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).


Aspirantes ao Senado declaram


Dois rio-pretenses estão na disputa por vagas no Senado pelo Estado de São Paulo. Aloysio Nunes, candidato pelo PSDB, declarou patrimônio de R$ 1,8 milhão. Já o advogado Marcelo Henrique, candidato a senador pelo Psol, afirmou à Justiça Eleitoral que possui bens avaliados em R$ 834,8 mil, entre eles uma casa em Rio Preto de R$ 350 mil e um prédio comercial, também na cidade, no valor de R$ 300 mil.


O patrimônio do tucano é formado por um propriedade rural em Guzolândia, avaliada em R$ 1,1 milhão, um apartamento em São Paulo no valor de R$ 540 mil, além de uma casa em Rio Preto avaliada em R$ 120 mil. Aloysio declarou ainda que possui reserva de R$ 50 mil “em espécie”. Antes de se candidatar ao Senado, o tucano comandou a Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, na gestão José Serra.


Marcelo disputou a eleição para a Prefeitura de Rio Preto, em 2008, também pelo Psol. Na ocasião, ele obteve 2.376 votos e foi o quinto colocado. Sete candidatos estavam na disputa municipal.

   

Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso