X
X

Diário da Região

17/12/2016 - 00h00min

OPERAÇÃO TIMÓTEO

Pastor Malafaia é alvo de operação da Polícia Federal

OPERAÇÃO TIMÓTEO

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Malafaia sobre ação contra ele:“É uma tentativa de me denegrir”
Malafaia sobre ação contra ele:“É uma tentativa de me denegrir”

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira, 16, operação contra suposto esquema de corrupção e desvio de recursos relativos aos royalties da mineração, pagos a parte dos municípios brasileiros. Dezesseis pessoas, entre advogados e agentes públicos, foram alvos de mandados de prisão temporária ou preventiva, entre elas o diretor de Procedimentos Arrecadatórios do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Marco Antônio Valadares Moreira, suspeito de enriquecimento ilícito e de receber propinas.

O pastor Silas Malafaia, da Associação Vitória em Cristo, ligada à Assembleia de Deus, foi alvo de mandado de condução coercitiva (quando é levado a depor e, em seguida, liberado). Ele é investigado por, supostamente, “apoiar” a lavagem de dinheiro obtido de forma criminosa. A PF esteve no endereço de Malafaia, no Rio de Janeiro, mas não o encontrou, porque ele estava em São Paulo.

Nas redes sociais, o pastor protestou contra a medida judicial. “Recebi um cheque de uma pessoa e isso me torna participante de um crime? Estou indignado”, escreveu em sua conta no Twitter. Ele se apresentou posteriormente para prestar depoimento. Malafaia recebeu R$ 100 mil de um advogado ligado à Igreja Embaixada do Reino de Deus, em Balneário Camboriú (SC), que é apontado como um dos principais envolvidos no esquema. O dinheiro foi depositado na conta pessoal do pastor.

A Justiça Federal em Brasília autorizou a condução coercitiva para que a PF esclareça se ele emprestou contas correntes com a intenção de “ocultar a origem ilícita dos valores”. A operação foi batizada de Timóteo, com inspiração em passagem do livro homônimo da Bíblia: “Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição”.

Conforme a investigação, o diretor do DNPM, detentor de informações privilegiadas sobre as dívidas dos royalties, oferecia serviços de escritórios de advocacia e de consultoria a municípios com créditos a receber de mineradoras, referentes à Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). A diretoria comandada por Moreira é justamente a responsável por gerenciar a arrecadação e a distribuição dos royalties às prefeituras. Este ano, a receita já alcança R$ 1,6 bilhão. Segundos Malafaia, os R$ 100 mil é uma “doação pessoal” de um empresário e negou envolvimento com o esquema investigado pela Operação Timóteo.

“Perseguição”

Malafaia prestou depoimento na Polícia Federal em São Paulo. Ao chegar disse que foi apresentado ao empresário por um outro pastor. Ele afirmou que “orou” pelo empresário que, depois, fez a doação de R$ 100 mil por meio de um depósito em sua conta pessoal. Malafaia afirma ter recolhido os impostos referentes à “doação”.

O pastor declarou que sofre uma “perseguição” da Justiça e é alvo de “uma safadeza, uma molecagem”. “Estou desafiando a provarem que eu estou envolvido com esses canalhas, meta eles na cadeia.” Ele se queixou do fato de a Justiça não o intimar para depor. “É uma tentativa de me denegrir.” A reportagem não localizou nesta sexta-feira os advogados de Marco Antônio Moreira e sua mulher.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso