Diário da Região

11/06/2012 - 07h10min

Brasília

Panaceia é ação do PSDB contra o PT, insinua o DF

Brasília

Sergio Menezes Dona-de-casa Vera Lúcia, 55 anos, mostra rachaduras em sua casa
Dona-de-casa Vera Lúcia, 55 anos, mostra rachaduras em sua casa

O Governo do Distrito Federal (GDF) insinuou que os dados da Operação Panaceia, conduzida por órgãos de investigação de Minas, integram uma trama de tucanos contra Agnelo Queiroz (PT). "A informação parte de uma operação policial realizada por governo comandado pelo PSDB, partido que trava guerra política contra o PT, do governador", afirma a nota do GDF.

O governo argumentou que Agnelo desconhece as conversas e que "não pode se pronunciar por supostos diálogos de terceiros". Além disso, sustentou que o governador não atendeu a pleito algum do Hipolabor na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Questionado pela reportagem, o governo informou que Agnelo não recebeu doação de campanha do laboratório. "Todas as contribuições estão devidamente declaradas na prestação de contas aprovada pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral). O governador não tem relação com os dirigentes da empresa nem fez indicação alguma."

O Hipolabor assegurou não ter encaminhado pedidos ao ex-diretor adjunto de Agnelo na Anvisa, Rafael Barbosa, e que todas as solicitações seguiram trâmites normais. "Quando necessário, a empresa participa de reuniões com técnicos do órgão no parlatório. Todas essas reuniões são gravadas e ficam à disposição", afirmou, também em nota, acrescentando que quaisquer atos administrativos de seu interesse são fundamentados e precedidos de pareceres técnicos.

A empresa negou ter contribuído ou prometido doação de campanha a Agnelo. "Para nos posicionar sobre o que está escrito na agenda, precisamos ter acesso a ela. Há mais de um ano, vários itens foram apreendidos na empresa e estão à disposição da Justiça", justificou.

Questionado sobre supostos interesses intermediados pelo deputado Fábio Ramalho (PV-MG), a empresa informou que o parlamentar tem relacionamento pessoal com dirigentes da empresa. "No entanto, a Hipolabor nunca pagou nada ao deputado."

O laboratório disse que a Panaceia ainda não chegou a conclusões. "A Hipolabor reitera a convicção de que quaisquer fatos relevantes devam ser apurados em processo devido, garantido o contraditório e amplitude de defesa, e lamenta os vazamentos ilegais", acrescentou.

A assessoria de Ramalho informou na sexta-feira que ele estava em missão oficial na China e só se pronunciaria no retorno ao Brasil, previsto para esta segunda-feira, 11. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso