X

Diário da Região

15/12/2017 - 14h21min

Brasília

Líder do PMDB do Senado contraria Planalto e diz que não pedirá inversão de pauta

Brasília

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou nesta terça-feira, 26, que não vai pedir a inversão de pauta para apreciar por último a Medida Provisória 664 no plenário da Casa. Nos bastidores, o Palácio do Planalto trabalha para adiar a apreciação da MP depois que a Câmara incluiu, à revelia do governo, a fórmula de aposentadoria 85/95. Pela previsão inicial, a primeira medida provisória da pauta é a 665, que restringe acesso ao seguro-desemprego e ao abono salarial. Em seguida, a MP 664, que trata da pensão por ordem e que foi incluída a alternativa ao fator previdenciário. Por último, a MP 668 trata, entre outras coisas, do aumento das alíquotas de PIS/Cofins de produtos importados. Eunício Oliveira revelou que, na reunião no Palácio do Jaburu esta manhã com a presença de ministros e líderes partidários, o governo pediu-lhe para apresentar um requerimento para tentar colocar a MP 664 em terceiro da fila do plenário, depois da MP 668. Ele disse que não atenderá o pedido e defenderá, na reunião da bancada antes da votação, a aprovação da MP da forma como veio da Câmara. "Havia uma solicitação do governo de fazermos a inversão de pauta para votarmos a 668, porque a 664 está com uma proposta que derruba o fator previdenciário dentro dela. Vamos manter o rito normal, não assino nenhum requerimento de inversão de pauta", disse Eunício à reportagem. Mesmo antes da reunião da bancada peemedebista, a maior da Casa, o líder do PMDB adiantou que vai encaminhar durante a votação da MP 664 em plenário sua aprovação da forma como veio da Câmara. Ele destacou que não quer qualquer alteração no texto da MP na parte referente à alternativa ao fator previdenciário. Questionado sobre a possibilidade de distribuição de cargos para aprovar as MPs do ajuste, como teria ocorrido na Câmara, Eunício disse que não houve qualquer discussão nesse sentido na bancada do Senado. "Não tem nenhum segredo na bancada, nenhum toma lá, dá cá. Não podemos trabalhar desta forma", disse.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso