Diário da Região

14/05/2011 - 02h40min

Câmara de Rio Preto

Grupo se rebela e insiste em recriar novas vagas

Câmara de Rio Preto

Edvaldo Santos Imagem de Nossa Senhora visitou a Câmara para rodada de orações; momento de decisão
Imagem de Nossa Senhora visitou a Câmara para rodada de orações; momento de decisão

A decisão da Mesa Diretora da Câmara de manter em 17 o número de vereadores para a próxima legislatura provocou rebelião do grupo que defende o aumento de vagas para 21 ou 23. Márcio Sansão (DEM) e Emanuel Tauyr (DEM), recém empossados vice-presidente e secretário da Câmara, anunciaram na noite da última quinta-feira que a Mesa Diretoria havia decido, mais uma vez com a benção do prefeito Valdomiro Lopes (PSB), que não haveria alteração no número de vereadores de Rio Preto.


Apesar de participar da reunião, inclusive com o prefeito, o presidente da Câmara, Oscarzinho Pimentel (PPS), disse ontem que não aceita a decisão tomada pelos colegas da Mesa. Apesar de ter ouvido quieto a reunião que decidiu congelar o número de vereadores, Oscarzinho agora alega que a Mesa Diretora não tem “poder de decisão” sobre o tema. De acordo com Oscarzinho, são necessários seis votos para apresentar projeto de lei que aumenta o número de vereadores, independentemente do posicionamento dos membros da Mesa.


“Foi uma decisão de parte da Mesa. Não é uma proposta da Mesa toda”, disse. O presidente defende que a partir de 2013, a Câmara tenha 21 vereadores. Alessandra Trigo (PSDB) segue a iniciativa do presidente. “A legislação permite até 23 vereadores, minha convicção é que 21 é o número ideal”, disse a tucana, por e-mail.


Ela comentou ainda a decisão dos membros da Mesa Diretora. “A decisão é interna corporis, tenho ouvido vários colegas, acho que no final, o consenso será em 21 vereadores”, afirmou a tucana. No início do mês, os vereadores Eduardo Piacenti (PPS), Pedro Roberto Gomes (Psol), Marco Rillo (PT) e o próprio Sansão defenderam que a Câmara de Rio Preto deveria aumentar o número de vereadores de 17 para 21.

Sergio Isso Carlão acha que ainda terá “muita conversa” sobre número de cadeiras
Apenas Jorge Abdanur (PSDB) defendia a permanência das 17 cadeiras. Depois, seguindo recomendação do PT de Rio Preto, Rillo também passou a defender o número atual. Já os vereadores Manoel Conceição (PPS), Carlão dos Santos (PTB), Jabis Busqueti (PTB) -também membro da Mesa Diretora -, Walter Farath (PR), Dinho Alahmar (PSB), Nelson Ohno (PSB), Gerson Furquim (PP), Maurin Ribeiro (PC do B), Tadeu de Lima (PSDB), outro membro da Mesa, e o próprio Tauyr defendiam o aumento para 23 cadeiras. Assim como Sansão, Tauyr e Tadeu passaram a defender a permanência das 17 cadeiras após participarem de reunião com Valdomiro na última quinta-feira (veja texto abaixo).Para Carlão, a decisão dos membros da Mesa Diretora não reflete o posicionamento da Câmara. “Não está nada definido. Ainda vai ter muita conversa sobre isso (alteração no número de cadeiras)”, disse o vereador do PTB. SantaCatólicos se reuniram ontem no plenário da Câmara para rezar o terço em comemoração ao dia de Nossa Senhora de Fátima. A data de 13 de maio é dedicada à Nossa Senhora, que fez sua primeira aparição aos três pastorinhos em 1917.

Reprodução/www.riopreto.sp.gov.br Foto publicada no site da Prefeitura mostra Mesa comunicando decisão ao prefeito

Valdomiro tira proveito de decisão

O prefeito Valdomiro Lopes (PSB) tenta tirar proveito da movimentação do grupo que decidiu manter em 17 o número de vagas de vereadores na Câmara de Rio Preto. Texto publicado no portal da Prefeitura de Rio Preto relata que o prefeito recebeu os membros da Mesa Diretora em seu gabinete, na quinta-feira pela manhã, e apoiou a decisão de não alterar o número de cadeiras da Câmara. “É uma decisão acertada”, disse Valdomiro, segundo o site oficial da Prefeitura.Ontem, o vereador Eduardo Piacenti (PPS), que é da base governista, voltou a criticar a interferência de Valdomiro sobre a Câmara. “Encontrei com o Alex (de Carvalho, chefe de gabinete do prefeito) e disse que esse tipo de interferência é um erro. Esse é um assunto exclusivo da Câmara”, afirmou.Piacenti, que no início do mês demonstrou ser favorável ao aumento para 21 cadeiras, disse ontem que não se posicionaria contra a manutenção das 17 cadeiras. No entanto, ele disse que esse tema deveria ser debatido entre a Mesa Diretora e os líderes de partidos na Câmara, sem a interferência do Executivo. “Entendo que a imagem da Câmara está prejudicada”, disse ao comentar sobre a recente renúncia dos membros da Mesa Diretora. “Não é o momento para aumentar o número de cadeiras. Mas o prefeito não deve tirar proveito disso”, completou. No site da Prefeitura, Valdomiro disse ainda que apoia o reajuste nos salários dos vereadores, a partir de 2013, dos atuais R$ 4,8 mil para R$ 6,5 mil, seguindo índices acumulados da inflação.

Hamilton Pavam Alessandra defendeu consenso de vereadores em torno de 21 vagas
Furquim ataca suplentes da MesaA decisão da Mesa Diretora de manter em 17 o número de cadeiras para a próxima legislatura foi anunciada na noite da última quinta-feira, após as sessões extraordinárias convocadas pelo presidente da Câmara, Oscarzinho Pimentel (PPS). A rebelião teve início minutos depois. Irritados, Gerson Furquim (PP), Carlão dos Santos (PTB) e Maurin Ribeiro (PC do B) deixaram a reunião antes mesmo de Marcio Sansão (DEM) e Emanuel Tauyr (DEM) anunciarem o posicionamento da Mesa.“Não é assim que as coisas funcionam. A Mesa Diretora não pode tomar um decisão pelo restante da Câmara. É preciso ouvir os vereadores, os partidos”, disse Furquim, que no início do mês, ao lado de Carlão e Maurin, defendeu o aumento do número de vagas para 23.Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso