Diário da Região

03/10/2010 - 09h44min

São Paulo

Goldman acredita em 2º turno para eleição presidencial

São Paulo

O governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB), votou hoje na capital paulista, no bairro de Higienópolis, e mostrou confiança na ida do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, ao segundo turno das eleições. De acordo com ele, as recentes pesquisas apontam para o crescimento das intenções de voto em Serra e na candidata do PV, Marina Silva, e isso gerou uma maior confiança na disputa com a candidata do PT, Dilma Rousseff, numa eventual segunda fase do pleito. "Tudo leva a crer na realização do segundo turno, pela evolução das curvas das pesquisas que mostra a alta do Serra e da Marina", comentou.

Segundo ele, caso haja segundo turno, durante as próximas quatro semanas de campanha o povo vai "conhecer melhor os candidatos". "Serra é mais conhecido que a Dilma e ela vai ter que se apresentar mais. Figuras externas não vão poder influenciar tanto", disse Goldman, em referência à participação do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva na campanha.

Goldman ressaltou que, em caso de um eventual segundo turno, as articulações já devem começar nesta segunda-feira, dia 4. Segundo ele, o PSDB está totalmente unido em torno da campanha de Serra para um eventual segundo turno.

O governador avaliou que a campanha eleitoral teve um "bom nível", sem agressões entre os candidatos. Segundo ele, houve uma mobilização muito forte do governo federal, que teria ultrapassado os limites do que é normal. "Serra disputa com Dilma, mas Lula teve um papel além do que se podia esperar de um presidente. Ele extrapolou além do que seria correto", lamentou. "Assistimos a cooptações, não da forma ideológica, mas sim com oferendas, acenos e promessas", acrescentou.

O governador paulista votou às 9h10 na Escola Monteiro Lobato, acompanhado de sua esposa Deuzeni Goldman. Bem humorado, ele fez uma brincadeira com os jornalistas: "O voto é secreto, mas vou contar para vocês. Vou no Tiririca." Em tom de brincadeira, ele arrematou: "Não para deputado, mas para senador." Questionado por repórteres sobre qual será seu destino político em 2011, Goldman disse esperar ir a Brasília para ver a posse do candidato do PSDB, José Serra.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso