X
X

Diário da Região

16/12/2017 - 03h33min

Filho de Alckmin

Dom Odilo faz oração em velório de Thomaz Alckmin

Filho de Alckmin

Reprodução/TV Globo/Divulgação O acidente com Thomaz Alckmin, filho caçula do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ocorreu às 17h10, em Carapicuíba
O acidente com Thomaz Alckmin, filho caçula do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ocorreu às 17h10, em Carapicuíba

O cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, fez uma oração na manhã desta sexta-feira, dia 3, no velório de Thomaz Alckmin, filho do governador Geraldo Alckmin.

Desde a madrugada, o governador não deixou a sala, no Hospital Albert Einstein. O corpo fica em São Paulo até as 14h, depois disso passa a ser velado em Pindamonhangaba, cidade natal de Alckmin.

Entre as mais diversas e importantes autoridades que passaram pelo velório, em São Paulo, está a presidente Dilma Rousseff. A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto informou que a petista prestará sua homenagem à família do governador apenas no velório, não estando prevista uma ao enterro, em Pindamonhangaba.

Thomaz Alckmin, filho caçula do governador, faria 32 anos na segunda-feira. Ele estava em um helicóptero que caiu na tarde desta quinta-feira, dia 2, na Grande São Paulo. Além de Thomaz, outras quatro pessoas morreram.

O acidente ocorreu às 17h10, em um condomínio localizado no município de Carapicuíba, na altura do km 26 da Rodovia Castello Branco. A aeronave chegou a atingir uma casa em construção, mas ninguém em solo ficou ferido. 

O helicóptero pertencia à empresa Seripatri Participações, empresa de investimentos de José Seripieri Jr., fundador e principal acionista da Qualicorp, que administra planos de saúde Todos os ocupantes da aeronave morreram imediatamente no acidente. Dois deles eram funcionários da Seripatri: o piloto e um mecânico. Outros dois ocupantes eram mecânicos da Helipark Táxi Aéreo e Manutenção Aeronáutica, empresa que havia sido contratada para realizar manutenção da aeronave. 

Ele tinha 31 anos e era piloto de helicóptero. Auxiliares do governador informaram, no entanto, que Thomaz estava como copiloto no momento do acidente, acompanhando o piloto que, segundo nota da companhia, tinha mais de 30 anos de experiência. Thomaz era casado e tinha duas filhas. Uma menina de 10 anos - Isabella Trombelli Alckmin -, fruto de um relacionamento anterior com uma ex-funcionária do Palácio dos Bandeirantes, e uma recém-nascida do casamento atual.

Em fevereiro do ano passado, Thomaz sofreu uma tentativa de assalto em frente ao Clube Paineiras, no Morumbi - a cerca de 1 km do Palácio dos Bandeirantes, residência oficial do governador Ele levava a filha de volta para casa, quando o veículo foi cercado por criminosos. Houve troca de tiros entre os seguranças que faziam a escolta de Thomaz e os bandidos.

Depois do episódio, a mãe da menina, Fabíola Trombelli, entrou com uma ação na Justiça para tentar se mudar com a filha para a Noruega - onde mora com seu atual marido. Ao ter conhecimento da notícia, Fabíola ligou para o próprio governador, que, segundo ela não conseguia falar. "O Dr Geraldo só chorou", afirmou a ex-mulher de Thomaz, em choque, por telefone. 

Pessoas ligadas ao governador afirmam que Alckmin tentava convencer o filho a parar de voar. O filho, ainda segundo auxiliares do Palácio, era muito ligado à mãe, dona Lu Alckmin, quem Thomaz considerava "uma espécie de psicóloga". Além dele, Alckmin tem mais dois filhos: Geraldo e Sophia. 

Ainda de acordo com a empresa, o helicóptero - marca Eurocopter, modelo EC 155, prefixo PPLLS - tinha cerca de 4 anos de uso, 600 horas de voo e estava com "documentação e manutenção rigorosamente em ordem".

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso