Diário da Região

18/10/2011 - 12h25min

Pretória

Dilma: crise impõe troca de teorias de mundo velho

Pretória

Depois de alertar para a necessidade de adoção de medidas imediatas para sustar o agravamento da crise em especial na zona do euro, a presidente Dilma Rousseff afirmou hoje que está certa "de que desafios apresentados pela crise impõem substituição de teorias defasadas de um mundo velho por novas formulações para um mundo novo que agora nós vivemos".

Segundo ela, o Ibas (grupo formado por Índia, Brasil e África do Sul) é um fórum de consolidação de iniciativas conjuntas de países que têm importância crescente no mundo. "Neste contexto internacional e de busca de caminhos por superação da crise, o Ibas se sobressai por ser um fórum de diálogo e de busca de soluções favoráveis aos países emergentes", disse a presidente em declaração à imprensa conjunta com os demais presidentes que integram o Ibas.

A presidente disse que nessa cúpula os três países mostraram que têm "impressões e preocupações sobre o desenvolvimento da crise econômica com epicentro na Europa". Dilma disse ainda que os países do Ibas reforçaram a capacidade de resistência à crise ao estimular o mercado interno e diversificar os parceiros comerciais, adotando práticas de políticas de inclusão social. Os demais presidentes do grupo reforçaram, durante o discurso, a importância da união dos três países no enfrentamento da crise internacional.

Após defender mais diplomacia e menos intervenção militar, a presidente do Brasil também disse que os três países do Ibas que ocupam esse ano assento no Conselho de Segurança da ONU, "sem sombra de dúvida, contribuíram para o encaminhamento de questões nevrálgicas relativas aos direitos humanos, a paz e a segurança internacional".

Ela classificou ainda como "significativa" a missão realizada pelos três países à Síria em agosto do ano passado, como também a defesa desses países no papel-chave "das estratégias de desenvolvimento e da concepção da paz sustentável dos países em situação de conflito". Para a presidente, "sem sombra de dúvida, o ano de 2011 é o ano da primavera árabe". Ela lembrou que o Brasil ficou ao lado dos povos árabes e das suas aspirações "por formas democráticas de governo, progresso econômico, emprego e liberdade de expressão".

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso