Diário da Região

08/10/2012 - 18h24min

Belo Horizonte

Delegado do caso Bruno é eleito em Belo Horizonte

Belo Horizonte

Divulgação A maconha, os celulares e o dinheiro apreendidos com o trio
A maconha, os celulares e o dinheiro apreendidos com o trio

"Você não vai apanhar mais, não. Você vai morrer!" A frase proferida durante as investigações que levaram à prisão o goleiro Bruno Fernandes projetou nacionalmente o delegado Edson Moreira, da Polícia Civil mineira, e repercutiu nas urnas de Belo Horizonte. Depois de ganhar destaque ao coordenar a apuração do desaparecimento da ex-amante do atleta, Eliza Samudio, de 24 anos, levando o jogador e outros dois acusados a julgamento por júri popular pelo assassinato da jovem, o policial conseguiu se eleger vereador na capital pelo PTN como o terceiro parlamentar mais bem votado.

Com 10.532 votos, Moreira ficou atrás apenas do Bispo Fernando Luiz (PSB), escolhido por 11.950 eleitores, e do atual vereador Arnaldo Godoy (PT), reeleito com 11.538 votos. O delegado admite que a projeção com o caso Bruno ajudou na eleição, mas ele atribui a expressiva votação à insegurança das grandes cidades brasileiras. "Lógico que o trabalho ajudou. Mas a população de Belo Horizonte, assim como do resto do País, está carente de segurança pública", disse o policial, que atuou em outros casos de destaque ao longo dos 15 anos como delegado de homicídios e 5 de antissequestro.

O delegado integra o grupo de 21 parlamentares que vão estrear na Câmara a partir do ano quem. O número representa uma renovação de 51% nas 41 cadeiras do Legislativo da capital, que terá hegemonia do PSB do prefeito reeleito Marcio Lacerda e do PT do candidato derrotado à prefeitura Patrus Ananias, que elegeram seis vereadores cada. Em seguida, aparecem PSDB, PTN e PTdoB, que terão três cadeiras; PSDC, PPS, PTC, PCdoB, PRB e PV, com duas vagas; e PMDB, PHS, PDT, PRP, PSC, PL, DEM e PTB, com um vereador cada.

Segundo turno

Das sete cidades de Minas Gerais com mais de 200 mil eleitores, quatro vão ter seus prefeitos definidos apenas em 28 de outubro, sendo que três têm candidatos do PT nas corridas municipais, mesmo número de candidatos do PMDB. O segundo turno será disputado por Carlin Moura (PCdoB) e Durval Ângelo (PT) em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte; Bruno Siqueira (PDMB) e Margarida Salomão (PT) em Juiz de Fora; Paulo Piau (PMDB) e Lerin (PSB) em Uberaba; e Paulo Guedes (PT) e Ruy Muniz (PRB) em Montes Claros.

Nas outras três cidades em que havia possibilidade de segundo turno o pleito foi decidido já no domingo: Belo Horizonte, onde o prefeito Marcio Lacerda (PSB) foi reeleito; Betim, com Carlaile Pedrosa (PSDB); e Uberlândia, com a vitória de Gilmar Machado (PT).

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso