Diário da Região

22/09/2005 - 13h01min

Articulações

Câmara terá novo presidente até o dia 29

Articulações

Arquivo Severino Cavalcanti renunciou à presidência da Câmara dos Deputados ontem
Severino Cavalcanti renunciou à presidência da Câmara dos Deputados ontem
A renúncia do deputado Severino Cavalcanti (PP-PE) à presidência da Câmara, ontem à noite, e ao mandato parlamentar abriu espaço para a eleição de um novo presidente da Casa. Dois partidos, PT e PMDB, se reuniram ontem mesmo com as bancadas para discutir, separadamente, o próximo pleito. Conforme o prazo estabelecido no regimento, o sucessor de Severino deve ser eleito até o próximo dia 29. Será um parlamentar entre os 513 deputados no exercício do mandato. As articulações para a eleição, que começaram há quase duas semanas (antes da renúncia), agora se intensificam. Já são quase 20 candidatos ao cargo, segundo na linha sucessória do presidente da República, atrás apenas do vice-presidente.

A maioria dos líderes partidários aplaudiu a retirada voluntária de Severino e apontou na renúncia como uma oportunidade para Cãmara reconquistar uma boa imagem. "Se o Severino permancesse no cargo, a agonia seria prolongada. Agora, temos a possibilidade de construir um novo ambiente para o Legislativo com um candidato que tenha credibilidade", avalia o líder do PSB, Renato Casagrande (ES). "O ideal seria uma candidatura única para a presidência, mas como isso não deve ser possível, deveríamos ficar com duas ou três candidaturas. A patir deste momento, os partidos vão dialogar."

Um dos quatro candidatos do PT, o deputado José Eduardo Cardozo (SP) disse esperar que os partidos tenham boa vontade na busca por um nome para a presidência da Câmara. O petista defende uma escolha consensual para que o parlamento volte a aprovar leis e conduzir as investigações de corrupção no Legislativo da melhor forma. "O PT sugeriu quatro nomes em avaliação coletiva. Esse nomes podem ou não ter aceitação. Mas o importante é que a gente construa bem esse proceso. Se não vai para o plenário e a gente perde a oportunidade de repactuar", alertou Cardozo.

O presidente do PPS, deputado Roberto Freire (PE), sugeriu que o novo presidente da Câmara seja um parlamentar com "postura e dignidade". Para Freire, existem mais de 100 nomes na Casa com esse perfil. Mas, na avaliação do deputado pernambucano, mais importante do que pensar no novo presidente é garantir mudanças na composição da Mesa da Câmara. "Se o Nonô [José Thomaz Nonô, PFL-AL] for mantido, a vaga de vice deve ser composta com o PT, partido com a maior bancada", defendeu Freire. "Com isso, a Mesa da Câmara estará fortalecida para enfrentar os processos de cassação e punição. Nos últimos meses, essa casa foi aviltada com a presença de um despreparado."

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso