X
X

Diário da Região

05/10/2015 - 08h12min

Estocolmo

Trio de cientistas de Irlanda, China e Japão leva Nobel de Medicina

Estocolmo

Três cientistas de Irlanda, Japão e China foram reconhecidos nesta segunda-feira com o Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina, por suas descobertas que ajudaram médicos no combate à malária e a infecções causadas por parasitas intestinais. O júri concedeu a honraria ao irlandês William Campbell, ao japonês Satoshi Omura e à chinesa Tu Youyou. É o primeiro Nobel de Medicina recebido por um chinês. Campbell e Omura foram reconhecidos por suas descobertas de uma nova terapia contra infecções causadas por parasitas intestinais. Tu levou o prêmio por seus avanços vinculados com uma nova terapia contra a malária. "As duas descobertas proporcionaram à humanidade novos e potentes meios para combater essas enfermidades debilitantes que afetam centenas de milhões de pessoas anualmente", disse o comitê. "As consequências em termos de melhora da saúde humana e de redução do sofrimento são incomensuráveis." O Nobel de Medicina é o primeiro a ser anunciado. Mais adiante nesta semana, devem ser revelados o de Física, Química, da Paz e de Literatura. O Nobel de Economia sairá na segunda-feira. O trio de pesquisadores dividirá o prêmio de 8 milhões de coroas suecas (US$ 953.500). Um membro do comitê responsável pela indicação dos ganhadores, Jan Andersson, disse que o trabalho realizado pelo trio que ganhou o Nobel de Medicina neste ano pode ajudar a eliminar doenças que afetam 3,4 bilhões de pessoas. Ele lembrou que, como resultado das descobertas dos laureados, a Organização Mundial de Saúde (OMS) tem agora um plano para erradicar a cegueira dos rios em 31 países onde a doença é endêmica até 2015. Também lembrou que a OMS pretende erradicar a elefantíase em 61 dos 81 países afetados até 2020. Anderson disse que, em parte pelas descobertas de Tu Youyou, a mortalidade pela malária foi reduzida em 50% nos últimos dez anos e o número de infecções caiu 40%. Anderson disse que a OMS pretende eliminar a malária em 35 países até 2035. Fonte: Associated Press.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso