X
X

Diário da Região

26/03/2015 - 09h41min

Paris

Promotor francês diz que copiloto queria "destruir" o avião

Paris

O copiloto da Germanwings, identificado como Andreas Lubitz, de 28 anos, jogou a aeronave contra uma montanha nos Alpes francesas "intencionalmente", afirmou nesta quinta-feira Brice Robin, promotor de Marselha. Segundo ele, o comandante saiu da cabine, supostamente para ir ao banheiro, e não conseguiu voltar ao local. Nesse meio tempo, disse ele, o copiloto iniciou a descida do avião manualmente e "intencionalmente", o que levou a aeronave a atingir a montanha. O copiloto tinha "a intenção de destruir este avião", afirmou Robin. A informação foi retirada da caixa preta com as gravações de voz da cabine, mas Robin disse que o copiloto não disse uma palavra depois de o capitão ter deixado o cockpit. "Houve um silêncio absoluto na cabine", afirmou o promotor. Nos últimos minutos da descida do avião, barulho de batidas contra a porta podem ser ouvidos na gravação, enquanto o alarme soava, disse ele. Na cidade alemã de Montabaur, conhecidos de Lubitz disseram que ele estava perto de completar 30 anos e que não demonstrou sinais de depressão quando ele foi visto no ano passado, época em que renovou sua licença de piloto de planador. "Ele estava feliz com o emprego na Germanwings e estava indo bem", disse Peter Ruecker, membro do clube de planadores, que viu Lubitz aprender a voar. Lubitz obteve sua licença de piloto de planador quando era adolescente e foi aceito no programa de treinamento de pilotos da Lufthansa após concluir os estudos numa difícil escola preparatória, disse Ruecker. Ele descreveu Lubitz como um jovem "quieto" mas amigável. O Airbus A320, que fazia a rota Barcelona-Düsseldorf, começou a descer de sua altitude de cruzeiro depois de perder contato de rádio com o controle em terra e se chocou contra uma montanha na manhã de terça-feira, matando todas as 150 pessoas que estavam a bordo. A Lufthansa não identificou os pilotos, mas disse que o copiloto passou integrar o quadro da Germanwings em setembro de 2013, logo depois de concluir seu treinamento. Ele tinha 630 horas de voo. O capitão tinha mais de 6 mil horas de voo e era piloto da companhia desde maio de 2014. Ele já havia trabalhado na Lufthansa e na Condor, segundo informações da própria Lufthansa. Fonte: Associated Press.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso