X
X

Diário da Região

10/11/2014 - 18h33min

Nova York

NY: petróleo fecha em queda com alta do dólar

Nova York


Os preços do petróleo caíram, depois de o secretário-geral da Opep, Abdullah al-Badri, dizer que o mercado não deveria "entrar em pânico" por causa dos preços baixos. "A situação vai se resolver por si mesma", disse Al-Badri durante uma conferência em Abu Dhabi. A retomada da alta do dólar diante do euro e do iene também contribuiu para a queda dos preços do petróleo.

Os preços abriram em alta, em reação a indicadores positivos divulgados pela China durante o fim de semana e à intensificação dos combates na Ucrânia, onde uma ofensiva do exército ucraniano na região de Donetsk contra os rebeldes separatistas de etnia russa abalou um cessar-fogo que estava em vigor desde o começo de setembro.

Na China, o governo anunciou que o país teve um superávit comercial de US$ 45,4 bilhões em outubro; as exportações cresceram 11,6% em comparação com outubro do ano passado, enquanto as importações cresceram 4,6%. O índice de preços ao consumidor subiu 2,1% em outubro, em relação ao mesmo mês de 2013; o índice de preços ao produtor caiu 2,2% ante outubro do ano passado.

Na conferência de Abu Dhabi, os ministros do Petróleo do Kuwait e dos Emirados Árabes Unidos também disseram que não estão preocupados com os preços atuais. A Opep tem reunião marcada para 27 de novembro e vários ministros de países membros têm feito declarações nas quais descartam a hipótese de o cartel reduzir suas cotas de produção para conter a queda dos preços.

"O mercado vai continuar a pressionar os preços para baixo até a Opep reagir", comentou John Kilduff, da Again Capital. Para o analista Gene McGillian, da Tradition Energy, "ainda há temores, especialmente na Europa, de que possamos ver uma recessão e demanda limitada por combustíveis. Os outros dois fatores que continuam a pesar no mercado - os temores de excesso de oferta e o dólar - estão ressurgindo".

Tanto a Opep como a Agência Internacional de Energia (AIE) e o Departamento de Energia dos EUA devem divulgar nesta semana seus relatórios mensais sobre a perspectiva da oferta e da demanda.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos de petróleo bruto para dezembro fecharam a US$ 77,40 por barril, em queda de US$ 1,25 (1,59%). Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para dezembro caíram US$ 1,05 (1,26%), para US$ 82,34 por barril, nível mais baixo desde 21 de outubro de 2010. Fonte: Dow Jones Newswires.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso