X
X

Diário da Região

08/10/2015 - 18h52min

São Paulo

MP pede que fechamento da Paulista para carros seja parcial

São Paulo

Como alternativa ao fechamento total da Avenida Paulista aos domingos, o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE) sugeriu, após reunião com a Prefeitura de São Paulo nesta quinta-feira, 8, que a gestão Fernando Haddad (PT) mantenha aberta para veículos uma faixa de rolagem em cada sentido. A Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo do MPE propôs que a Prefeitura garanta o tráfego de pelo menos duas transversais no cruzamento da via. O MPE pediu que a Prefeitura faça novos testes e mais audiências públicas. Em nota, o MPE pediu que "durante o período de teste (ainda não definido, mas entre quatro e seis meses), sejam realizadas diversas audiências públicas (com prévia e ampla divulgação na imprensa)". A alternativa de fechamento parcial foi sugerida, segundo o MPE, para "resguardar os direitos e interesses de moradores locais, comerciantes, pessoas com necessidades especiais de locomoção que necessitam de veículo para chegarem até a Avenida Paulista". O MPE não detalhou qual das faixas de rolagem da avenida poderá ser aberta para veículos. Segundo a nota, com as sugestões apresentadas, os promotores de Justiça de Habitação e Urbanismo pretendem "democratizar ao máximo a utilização das vias públicas por todos, sem distinção, lembrando que a divisão do espaço entre pessoas e veículos já vem ocorrendo nesta cidade desde a implantação das ciclofaixas, não só na própria Avenida Paulista, como em diversas outras, como a Avenida Sumaré, Indianópolis e República do Líbano". A Promotoria solicitou ainda que a Companhia de Engenharia do Tráfego (CET) faça a coleta de dados para análise dos impactos no trânsito na Avenida e nas imediações. Ao final do prazo, ainda não determinado, o MPE vai avaliar "se a população como um todo aprova ou não o uso daquele espaço físico para fins de lazer, a eventual necessidade de ampliar-se (ou não) a área com restrições". A proposta foi apresentada em reunião com o secretário municipal de Negócios Jurídicos, Robinson Barreirinhas, e com o procurador-geral do Município, Antônio Carlos Cintra do Amaral Filho. Para o MPE, as sugestões dos promotores não alteram a validade do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado em 2007 com a Prefeitura. O acordo limita a três por ano os eventos com fechamento da Avenida Paulista para veículos: Parada Gay (junho), Corrida São Silvestre (dezembro) e Revéillon (dezembro).

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso