X
X

Diário da Região

18/05/2016 - 10h06min

Brasília

MEC assegura gratuidade de cursos de graduação e pós-graduação

Brasília

O Ministério da Educação e Cultura (MEC) divulgou nota nesta quarta-feira, 18, afirmando que as universidades públicas do País continuarão gratuitas. O texto é motivado pela repercussão da Proposta de Emenda Constitucional (PEC), em tramitação no Congresso, que busca regulamentar a cobrança em cursos de extensão, mestrado profissional e especialização e pós-graduação lato sensu nas instituições estaduais e federais. "A proposta não muda em nada a gratuidade nas universidades públicas", diz a nota. Segundo o ministro Mendonça Filho, "qualquer informação diferente desta é falsa." Em seguida, porém, o MEC diz que a gratuidade está garantida apenas para cursos de graduação e pós-graduação acadêmica (mestrado e doutorado). "Para cursos de extensão, pós-graduação lato sensu e mestrado profissional, as instituições, segundo a proposta, (as universidades), teriam autonomia para decidir pela cobrança ou não." O ministério cita que a cobrança, nesses casos, já "é prática" em instituições renomadas de educação superior, como a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Destaca, também, que a "não-obrigação" da gratuidade nessas modalidades de ensino está prevista em parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE) de 2002. Segundo o parecer, graduação e pós-graduação stricto sensu ministradas pelas universidades públicas devem ser gratuitas, "em expresso cumprimento ao dispositivo constitucional". O texto segue, no entanto, esclarecendo que cursos de especialização e aperfeiçoamento "não se configuram como atividade de ensino regular" e, por isso, é "correta a cobrança efetuada pelas universidades públicas pelos instrumentos que, no exercício de sua autonomia constitucional, definirem." Mendonça Filho, enquanto deputado federal (DEM-PE), foi a favor da aprovação da PEC na votação em primeiro turno. Ainda é necessária a votação em segundo turno antes de a proposta ser encaminhada ao Senado. Em vídeo publicado na terça-feira no portal do MEC, o ministro afirma que, em se tratando de graduação e mestrado e doutorado acadêmicos, "não há nenhuma possibilidade" de que o ministério "venha a patrocinar ou discutir a questão de pagamentos em universidades".

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso