X
X

Diário da Região

20/10/2015 - 10h40min

Jerusalém

Israelense e palestino morrem em incidentes na Cisjordânia

Jerusalém

Um israelense morreu atropelado após um confronto com palestinos na Cisjordânia, segundo militares de Israel. Um fotógrafo da Associated Press disse que o homem saiu de seu carro após manifestantes palestinos lançarem pedras contra o veículo e começou a atacar carros palestinos que passavam com um grande bastão, similar a um taco de beisebol. O israelense atingiu um caminhão que passava com o bastão, mas o veículo acabou atropelando-o. Segundo uma fonte do setor de segurança palestino, o motorista do caminhão se entregou, dizendo que atropelou o israelense por acidente, quando tentava desviar do ataque. A fonte palestina pediu anonimato, porque não tinha autorização para falar com a imprensa. Em outro incidente, um palestino atacou com uma faca um militar israelense, também na Cisjordânia. Segundo as forças israelenses, o agressor foi morto e o militar de Israel ficou levemente ferido. Em discurso nesta terça-feira, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, acusou o líder da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, de "comportamento irresponsável" durante o último mês de violência. Netanyahu criticou Abbas por não condenar uma série de ataques palestinos, dizendo que o líder deve "parar de mentir, parar de incitar". Após semanas de distúrbios, nove israelenses e 42 palestinos morreram, além de um imigrante da Eritreia. Abbas não condenou cabalmente a violência e na semana passada acusou Israel de executar um agressor palestino, quando na verdade o adolescente estava no hospital se recuperando. Israel prendeu Hassan Yousef hoje perto de Ramallah, acusando-o de incitar a violência recente. Yousef é um cofundador do Hamas e seu filho, Mosab, agiu como um espião para Israel entre 1997 e 2007. Os militares israelenses demoliram a residência de um palestino que matou uma mulher israelense no ano passado. A ação é uma das medidas recentes de Israel para conter a onda recente de ataques. A casa de Maher Hashlamoun foi destruída no início da terça-feira em Hebron. No ano passado, Hashlamoun lançou seu carro contra Dalia Lemkus, de 25 anos, esfaqueando-a depois várias vezes. O palestino foi morto a tiros. A viúva de Hashlamoun disse a uma rádio palestina que os soldados esvaziaram o prédio de três andares e demoliram o apartamento no terceiro andar onde sua família vivia. Fonte: Associated Press.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso