Diário da Região

13/02/2004 - 02h08min

De volta para casa

Iruan chega ao Brasil com tia taiwanesa

De volta para casa

AE Acompanhado da advogada (esq) e uma tia (dir), Iruan desembarca em SP
Acompanhado da advogada (esq) e uma tia (dir), Iruan desembarca em SP
O menino Iruan Ergui Wu, de 8 anos, que esteve no meio de uma disputa judicial entre Brasil e Taiwan, chegou às 16h35 de ontem a São Paulo, procedente da África do Sul em vôo da South African Airways. Aparentemente tranqüilo, o garoto desembarcou de mãos dadas com a tia e uma advogada taiwanesas. Uma hora depois, ganhou duas camisas do Grêmio, seu time de coração, mandadas pela diretoria do clube. Chegaria em Porto Alegre às 22 horas, seguindo depois para Canoas. A tranqüilidade na volta do garoto que se verificou no Brasil não houve em Taiwan, segundo o chefe do escritório comercial do Brasil no país, Paulo Antonio Pereira Pinto. O grupo que acompanhou Iruan teve até escolta policial. ?Atravessamos uma multidão no aeroporto e chegamos a ficar preocupados, mas deu tudo certo.?

Em muitos momentos, com as idas e vindas do processo, o diplomata chegou a acreditar que não traria o menino de volta. ?A todo momento imaginava, nas escalas que fizemos, encontrar um advogado com mandado judicial para reter Iruan em Taiwan?. A comitiva fez escalas em Hong Kong, onde o menino comprou bichos de pelúcia de presente para avó e o meio-irmão, em Johannesburgo, Brasília e São Paulo. Durante o vôo, ele só conversou com a tia. A vinda da parente fez parte de negociação com a família taiwanesa logo após a retirada à força do menino da casa do tio. Segundo o diplomata, declaração da deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), que integrou o grupo encarregado de trazer Iruan de volta, influenciou a decisão favorável da Justiça taiwanesa. Ela chegou a dizer que o Brasil poderia retaliar Taiwan, negando-se a conceder vistos às pessoas do país que visitassem o Brasil. Pai de quatro filhos e com dois netos, Pereira Pinto se preocupou em conquistar o menino enquanto estava em Taiwan. Foi visitá-lo várias vezes e levava brigadeiros e suspiros, os doces preferidos de Iruan.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso