Diário da Região

29/06/2002 - 00h36min

Manifestações

Empresários argentinos temem que onda de violência continue

Manifestações

AP Manifestantes reuniram-se em protesto à morte de duas pessoas
Manifestantes reuniram-se em protesto à morte de duas pessoas
O empresariado argentino considera que a onda de violência social continuará aumentando nas próximas semanas. Isso é o que indica uma pesquisa da prestigiada Fundação Mercado, que sustenta que 71,4% dos empresários acreditam que os conflitos sociais continuarão e até poderão piorar, com mais violência. Somente 28,6% consideram que a conflitividade social permanecerá nos atuais níveis. Nos últimos dias ressurgiu o fantasma de um levante popular generalizado, depois que na quarta-feira oficiais da polícia assassinaram dois desempregados de 21 e 25 anos, que protestavam contra a política econômica do governo do presidente Eduardo Duhalde. Os protestos ocorreram perto dos limites da capital argentina, mas do lado do município de Avellaneda, um dos principais da província de Buenos Aires.

O temor de uma revolta estava em estado de hibernação desde que em dezembro do ano passado uma série de protestos populares, somados aos saques a comércios e supermercados, e violentos choques com as forças de segurança causaram a queda do governo do ex-presidente Fernando De la Rúa (1999-2001). Os empresários também temem que os conflitos prejudiquem a vinda de investimentos para a Argentina, já que o país se tornaria socialmente inviável. Com mais incertezas sobre o futuro do país, a população diminuiria mais ainda seu consumo, eliminando qualquer poder de atração para a realização de negócios neste país. Além disso, os empresários temem que os eventos violentos possam dificultar as negociações com o FMI. Para 59,6% dos pesquisados, os conflitos geram mais desconfiança no exterior.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso