X
X

Diário da Região

19/02/2015 - 18h16min

Pequim

Chineses devem fazer 2,8 bilhões de viagens durante comemorações de ano-novo

Pequim


A China se despediu do Ano do Cavalo na quarta-feira e, no primeiro dia do novo ano lunar os chineses deram boas-vindas ao Ano da Ovelha - que também pode ser chamado de Ano da Cabra ou Ano do Carneiro.

De acordo com a agência estatal de notícias Xinhua, "poucos chineses se incomodam se é cabra, ovelha ou carneiro, mas os nomes diferentes deixaram os ocidentais confusos". A confusão ocorre porque o símbolo do oitavo dos 12 signos do horóscopo chinês é "yang", que pode se referir aos animais citados e a outros com chifres.

Entretanto, muitos chineses preferem chamá-lo de Ano da Ovelha porque o animal é mais delicado e grandes bonecos de ovelha estão espalhados pelas áreas comerciais da capital nas últimas semanas.

O especialista Huang Yan, descrito pela agência de notícias como um "proeminente pesquisador do papel de ovelhas e cabras na cultura chinesa", disse que é mais provável que a cabra se aproxime do sentido original da celebração porque era um animal comum entre os chineses da etnia Han, que iniciaram a tradição do zodíaco.

Mas a maior aflição dos chineses não é com o nome da festividade. Nas últimas semanas, a grande preocupação era a garantia de uma passagem de trem, ônibus ou avião para passar o feriado mais importante do país em sua cidade natal. São estimadas mais de 2,8 bilhões de viagens nas próximas quatro semanas, um dos maiores movimentos humanos do planeta. A segunda maior economia do mundo praticamente para durante os 7 dias de comemoração.

A maioria dos chineses leva a sério as superstições de ano-novo. O signo é sinônimo de infortúnio na crença popular: cabras e ovelhas são animais submissos, cujo destino é o matadouro. Por esse motivo, muitos casais preferiram adiar o plano de ter filhos por acreditar que eles podem ser infelizes e sem espírito de liderança. Meika Chin, obstetra do Hospital United Family, de Xangai, estima que o número de nascimentos será 20% abaixo da média este ano.

Por outro lado, acredita-se que pessoas nascidas no ano de "yang", como Steve Jobs e Bill Gates, são mais leais, de bom coração e artísticas, assim como tímidas, obstinadas e preocupadas.

De acordo com astrólogos, esse ano terá uma economia volátil, com mais acidentes e desastres naturais como furacões nos Estados Unidos e no sudoeste da Ásia. "Perto de junho, quando começa a ficar quente na China, a economia do ocidente vai oscilar bastante e ficará instável, mas agosto e setembro marcam o início de um período de grande estabilidade econômica", prevê o astrólogo de Xangai Dong Jialing.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso