X

Diário da Região

12/05/2015 - 16h20min

Rio de Janeiro

Beltrame diz que "não tem informação" de polícia facilitar invasão de traficantes

Rio de Janeiro

O secretário de segurança do Rio, José Mariano Beltrame, afirmou nesta terça-feira, 12, que "por enquanto não tem nenhuma informação" que policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora das comunidades da Coroa, Fallet e Fogueteiro facilitaram ou foram coniventes com a invasão de traficantes à Coroa, na noite da última sexta-feira, 08. "A polícia naquela noite não entrou dentro da Coroa evidentemente para não trocar tiro à noite porque não sabia efetivamente onde essas pessoas estavam e a gente tem que trabalhar sempre dentro de uma política de redução de dano", disse Beltrame, ressaltando que a corregedoria da PM está atenta a desvios nestas e em outras comunidades pacificadas. Segundo Beltrame, a invasão do fim de semana foi comandada pelo traficante Fu da Mineira, do Comando Vermelho, foragido após, em 2013, receber benefício de Visita Progressiva ao Lar (VPL) e deixar o presídio em Porto Velho (RO) onde cumpria pena de 89 anos de reclusão."Se eu tivesse 90 anos de condenação, eu também não voltaria (para a cadeia)", disse Beltrame. Durante cerimônia de entrega de prêmios relativos ao sistema de metas da Secretaria de Segurança, Beltrame declarou ainda que ações de traficantes vinham sendo mapeadas em outras comunidades pela inteligência da polícia. "Esse fim de semana, infelizmente não conseguimos antecipar. O que a gente consegue antecipar, a gente consegue neutralizar", disse. A ocupação das comunidades pacificadas da região de Santa Teresa vem, desde sábado, 09, sendo realizada por agentes do Comando de Operações Especiais (COE), enquanto PMs da UPP patrulham os acessos às favelas. A ação não tem data para terminar, adiantou o secretário. Ao todo, em três dias, os tiroteios na região deixaram seis mortos e cinco feridos. Ainda durante a cerimônia, Beltrame defendeu a política de pacificação, comparando a implantação das UPPs a um filme. "O filme, se os senhores verem, é muito bom. Só que muitas vezes as pessoas não querem ver o filme, as pessoas querem extrair do filme algumas fotos. E é óbvio que em um filme de sete anos, nós vamos ter fotos, vamos ter episódios que não são bons".

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso