X
X

Diário da Região

22/03/2015 - 16h52min

Áden

Após tomar cidade, líder xiita promete enviar combatentes ao sul do Iêmen

Áden

O líder xiita rebelde do Iêmen incrementou seu ataque contra o presidente do país neste domingo, prometendo enviar combatentes ao sul, onde Abed-Rabbo Mansour Hadi buscou refúgio. A declaração foi dada horas depois de sua milícia apoderar-se da terceira maior cidade do país, Taiz. Abdel-Malik al-Houthi, que tem o apoio de defensores do ex-presidente Ali Abdullah Saleh, disse que a mobilização tem por objetivo combater a Al-Qaeda e outros grupos militantes, bem como forças leais a Hadi, que tem o apoio da comunidade internacional. Em seu discurso de uma hora, transmitido por um canal de televisão na Ilha Masirah, al-Houthi chamou Hadi de marionete de poderes internacional e regional que desejam "importar o modelo da Líbia" para o Iêmen. Ele disse que Estados Unidos, Israel, Arábia Saudita e Qatar conspiram contra o Iêmen e outros países na região. A Líbia está despedaçada por milícias beligerantes com parlamentos rivais que reivindicam legitimidade e radicais do grupo do Estado Islâmico. A desordem no Iêmen se aprofundou desde que o grupo rebelde xiita, conhecido por Houthis, apoderou-se de Sanaa em setembro. Atualmente, eles controlam ao menos 9 das 21 províncias do país. A escala de violência neste domingo começou quando forças leais a Saleh tomaram Taiz e seu aeroporto internacional. Oficiais de segurança aliados a Hadi disseram que as forças rebeldes já estavam mobilizando tanques e combatentes na estrada entre Taiz e a província vizinha Lahj, aparentemente a caminho de Áden, a segunda cidade mais importante do país e centro econômico. "A decisão (de mobilização) tem por objetivo confrontar forças criminais, a Al-Qaeda e seus parceiros, e todos aqueles que querem dominar as regiões com pretextos políticos", disse al-Houthi. Ele acusou Hadi de se unir a grupos militantes para desestabilizar o Iêmen. Oficiais de segurança disseram que uma pessoa foi morta e quatro feridas quando combatentes rebeldes atearam fogo sobre multidões que protestavam em Taiz contra seu avanço na cidade.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso