X

Diário da Região

28/12/2013 - 08h22min

Pane

Poço retoma abastecimento na zona norte

Pane

Edvaldo Santos Poço da Penha integra sistema de abastecimento responsável por 13% da produção de água de todo município
Poço da Penha integra sistema de abastecimento responsável por 13% da produção de água de todo município

Após 10 meses parado com problemas mecânicos, entrou em funcionamento ontem, por volta das 11 horas, o poço da Penha, que faz parte do sistema de abastecimento de água da zona norte, responsável por 13% da produção de água de todo o município. O poço profundo, que retira água do aquífero Guarani, apresentou problemas em março e desde então moradores de 33 bairros ficaram sem água em parte do dia, em média das 13 às 18 horas nos dias da semana e das 13 à meia-noite nos fins de semana.


De acordo com a superintendente do Semae, Ivani Vaz de Lima, uma sucessão de problemas, “de ordem geológica, mecânica e técnica” foi o que causou a interrupção na produção no período. Porém, ainda não há um diagnóstico exato do que causou a pane. “Em março o problema era um dos eixos que havia quebrado, depois a bomba não estava funcionando corretamente. Resolvida essa questão, a água retirada estava fora dos padrões de potabilidade do Ministério da Saúde. Conseguimos superar essas questões e ainda estamos analisando o que efetivamente causou essa série de entraves.”


Ivani afirma que após vários testes foi verificado que a água já se encontra dentro dos padrões e ontem os reservatórios começaram a receber água do poço da Penha. “Pode ser que aconteça de alguns bairros, que ficam localizados em pontos mais altos da cidade, tenham problemas pontuais de desabastecimento por conta da baixa pressão da água, mas podemos afirmar que voltamos a operar normalmente”, afirmou Ivani. O custo do serviço realizado nas obras da Penha, que integra o sistema norte de abastecimento formado ainda pelos poços do Solo Sagrado (Pinheirinho) e Santo Antônio, não foi informado pelo Semae. Segundo a superintendente, que havia definido o dia de ontem como decisivo para resolver o problema, os custos ainda estão sendo calculados. A assessoria de imprensa da autarquia também não informou os valores e afirmou que só serão revelados após análise das horas trabalhadas pelos técnicos.


Irregular


A doméstica Simone Ferreira da Silva, 23 anos, que mora no Eldorado, disse que o abastecimento estava normal ontem à tarde. “Espero que agora fique tudo certo. Eu chegava do serviço para fazer as coisas de casa e nunca tinha água. Era muito ruim.”


Já a estudante Jéssica Cristina Alvares Brandão, 23 anos, afirmou que na tarde de ontem, das 10 às 15 horas, as torneiras estavam secas. Ela mora na avenida São José do Rio Preto, também no Eldorado. “Isso aqui já é normal. Falta água todo dia, um absurdo”, afirmou a estudante.


Quer ler o jornal na íntegra? >> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso