X
X

Diário da Região

03/04/2015 - 15h13min

São Paulo

Thiago Pereira muda 'cardápio' de provas e tentará medalhas inéditas no Pan

São Paulo

Maior medalhista do Brasil na história dos Jogos Pan-Americanos, com 18 medalhas, Thiago Pereira ainda tem metas ambiciosas. O nadador brasileiro mais completo de todos os tempos quer variar a sua coleção. De volta ao Minas Tênis Clube, ele vai participar do Troféu Maria Lenk, no Rio, na semana que vem, buscando índice para o Pan de Toronto (Canadá) em duas provas inéditas: 100m borboleta e 400m livre. Depois de ganhar medalhas olímpicas e mundiais em provas de medley, Thiago Pereira vem alternando seu cardápio. No Maria Lenk, na Piscina do Fluminense, vai competir nos 100m costas, 200m peito, 400m medley, 100m borboleta e 400m livre. Thiago chega ao Rio com índice garantido para o Mundial de Kazan (Rússia) em apenas duas provas: 100m borboleta e 200m medley. Nesta última, sua marca dificilmente será batida por outros dois nadadores, o que fez com que o medalhista olímpico tenha decidido não nadá-la no Maria Lenk, poupando-se para outras provas. Para o Pan, não basta nadar abaixo do índice, mas também ficar entre os 16 melhores índices técnicos (um numeral gerado a partir de uma tabela preestabelecida). Como fatalmente Thiago estará entre esses 16 convocados, poderá nadar as provas em que tiver um dos dois melhores tempos brasileiros. Em três edições de Jogos Pan-Americanos, ele já ganhou medalha em oito provas: 100m e 200m costas, 200m peito, 200 e 400m medley e os três revezamentos. Agora, indica que vai se arriscar nos 400m livre e nos 100m borboleta. Não coincidência, essas são, junto com os 200m e os 1.500m livre, as únicas da natação masculina nas quais o Brasil não foi ao pódio em Guadalajara-2011. No Maria Lenk, Thiago vai experimentar uma nova rotina. Afinal, ele vinha disputando apenas provas individuais nos últimos campeonatos nacionais, uma vez que era o único nadador de ponta do Sesi. Agora, no Minas Tênis Clube, terá que nadar os revezamentos, caindo mais vezes na piscina. Como recompensa, tem a chance de um título inédito. "Estou preparado e bastante motivado para o Maria Lenk. Meu objetivo, além de conquistar mais índices para o Pan e Mundial, é ser campeão brasileiro de clubes pela primeira vez. Tenho mais de 30 títulos individuais e nunca fui por equipes", lembra Thiago.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso